Nas Bancas

Apresentadora britânica apanha malária e está em coma no Brasil

Os primeiros sintomas manifestaram-se na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

CARAS
19 de agosto de 2016, 10:43

Charlie Webster está em coma com malária num hospital do Rio de Janeiro, há cerca de uma semana. A apresentadora, de 33 anos, foi destacada para integrar a equipa que faz a cobertura da prestação dos atletas da Grã-Bretanha nos Jogos Olímpicos. Os primeiros sintomas da doença – vómitos, febre e mal-estar físico – fizeram-se sentir logo na cerimónia de abertura das olimpíadas e o seu estado tem vindo a piorar.
De acordo com a BBC, Charlie Webster contraiu o vírus da malária ainda antes de chegar ao Brasil, no passado dia 4. A apresentadora da Sky Sports News e da Independent Television (ITV) associou-se a uma causa solidária e fez um percurso de bicicleta (mais de 4800 quilómetros) em prol da luta contra o cancro. Isto levou a que os médicos inicialmente suspeitassem de uma infeção bacteriana ou até de um simples caso de cansaço e desidratação devido ao intenso esforço físico a que foi submetida durante 39 dias.
Nas primeiras horas de internamento, Webster ainda publicou nas redes sociais fotografias tiradas no hospital com o intuito de tranquilizar os seus seguidores, mas o último post já foi da sua agente, Megan Carver, com a seguinte mensagem: “A Charlie contraiu um tipo raro de malária e está a ser tratada por uma equipa de médicos do Brasil, Estados Unidos e Reino Unido”.
O jornal The Sun, que cita uma amiga da apresentadora, afirma que esta “está a lutar pela vida”. “Estamos todos muito afetados com o que aconteceu, mas ela é forte e uma pessoa muito saudável, por isso queremos acreditar que vai correr tudo bem”, adianta. Outra fonte refere que os rins de Charlie Webster deixaram de funcionar bem na passada sexta-feira, dia 12, o que obrigou os médicos a colocá-la em coma induzido e ligada a uma máquina de suporte de vida. Alguns familiares da estrela de televisão, nomeadamente a mãe e o irmão, já viajaram até ao Brasil.
O desafio Ride to Rio foi uma corrida de bicicleta solidária, cujo percurso inclui passagem por Londres, Paris e Lisboa, além de dois mil quilómetros ao longo da costa brasileira até chegar ao destino final, o Rio de Janeiro.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras