Nas Bancas

Mafalda Luís de Castro, uma jovem de causas

Mafalda não teve a oportunidade de crescer com animais e até tinha algum medo deles, mas depois de conhecer a realidade de uma associação que recolhe animais abandonados, a Chão dos Bichos, tudo mudou na sua vida. Abriu as portas de casa a um cão e hoje tem vários cães e gatos que trata com os maiores desvelos, como pudemos testemunhar durante a sessão fotográfica.

André Barata
30 de julho de 2016, 16:00

O amor não se explica, sente-se. Foi exatamente o que aconteceu com Mafalda Luís de Castro, de 26 anos, quando começou a fazer voluntariado numa associa­ção de proteção de animais e rapidamente sentiu a necessidade de abrir as portas da sua casa para receber o primeiro de vários amigos de quatro patas. Numa entrevista animada pela presença de alguns dos seus cães, a atriz falou de si, desta sua paixão e do seu regresso ao pequeno ecrã.
– De onde vem esta paixão por animais?
Mafalda Luís de Castro –
Nunca fui aquela menina sortuda que cresceu com animais, por isso até tinha medo de cães e gatos quando era pequena! Depois, cruzei-me com uma pessoa muito importante na minha vida, a diretora da Chão dos Bichos, uma das associações de proteção de animais que apoio, onde comecei a fazer voluntariado. A partir daí, começou uma viagem que dura até hoje e que durará para sempre.
– Com a representação, consegue ter tempo para se dedicar a esta causa?
– Quando estou numa novela é complicado, porque gravamos muitas horas e tenho de ter tempo para os meus animais, mas sempre que posso, vou lá e faço o meu trabalho. Tento organizar as coisas para ir lá uma manhã por semana, por exemplo, e faço de tudo: limpo, dou medicamentos, entre outras coisas.
– Esteve cerca de três anos afastada da televisão. O que andou a fazer?
– Aproveitei para fazer todas as outras coisas que adoro. Fui sempre trabalhando em dobragens, fiz um espetáculo infantil e aproveitei para aprender coisas novas! Tirei um curso de pastelaria e outro de estética canina. O primeiro, porque adoro cozinhar, o segundo porque achei que podia ser eu a tosquiar os meus animais.
Poderão ser alternativas à carreira de atriz?
– Na verdade, eu tenho o sonho de ter um restaurante, mas seria sempre em paralelo com o trabalho de atriz. Um dia hei de conseguir [risos]!
– Como se sentiu com o regresso à televisão?
– Soube-me muito bem, principalmente porque a personagem foi diferente de tudo o que estava habituada a fazer. E foi muito bom rever certas pessoas e voltar a ter a rotina das gravações.
– E agora que as gravações terminaram, já tem algum plano definido?
– Ainda não consegui parar, com as dobragens e com os animais o tempo é curto, mas para já não há planos em televisão. O que quero agora é viajar! Adoro o verão! Passei muitos anos a trabalhar no verão, por isso acho que fiquei um bocadinho calejada [risos]. Vou viajar em Portugal e fora com os meus amigos, vai ser um belo verão. O maior sonho da minha vida, mais do que ter um restaurante e mais do que ser a melhor atriz do mundo [risos], é dar a volta ao mundo! Sou apaixonada por viagens.
– Com uma vida tão completa pessoal e profissionalmente, há espaço para o amor?
– Agora estou sozinha, solteiríssima!
– E não sente falta de ter alguém?
– Não! Estou ótima, muito feliz. Estou concentrada nos meus animais, nos meus amigos e em aproveitar as coisas boas da vida.
– O que precisa um homem de ter para atrair a sua atenção?
– Gosto de pessoas divertidas, cómicas. Quanto mais parvas, melhor [risos]! Estou a falar de pessoas em geral e não só de namorados. Têm de ser assim, meio palhaços, como eu [risos].
– Querer casar-se e ser mãe...?
– Sim! Um dia há de acontecer. Tenho a certeza de que vou ser mãe, estou sempre a pensar nisso, em que tipo de mãe vou ser. O treino já o vou fazendo, com os meus animais. É muito a mesma coisa. Tenho seres que de­pendem de mim e eu tento ser o melhor possível! Há que ter sabedoria e muita responsabilidade para cuidar deles e fazê-los seres felizes.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras