Nas Bancas

José Carlos Malato: “Recuperei a autoestima”

O apresentador esteve num evento da associação ABC, da qual é embaixador, e contou como o enfarte que sofreu o fez repensar todo o seu estilo de vida, mudança que lhe permitiu perder 42 quilos num ano.

CARAS
22 de junho de 2016, 10:15

Pode ser uma surpresa para quem o vê na televisão, mas José Carlos Malato nunca foi do tipo que confia em sim mesmo. “Eu tinha uma autoestima péssima”, confessou à CARAS no evento do 2.º aniversário da associação ABC. Hoje tem 52 anos e tudo mudou. Aliás, tudo mudou aos 49, quando sofreu um enfarte que o fez repensar o seu estilo de vida. Resultado: num ano perdeu 42 quilos e ganhou qualidade de vida. “Depois do enfarte fiz um bypass gástrico e mudei a cabeça, é uma questão de dizer que não. Tomei cons­ciência e não me custa nada fazer uma boa alimentação. Não vou muito ao ginásio, mas todos os dias passeio os meus dois cães pelo menos uma hora por dia. Sinto-me muito bem e, sobretudo, sinto-me em paz com o meu corpo. Recuperei a autoesti­ma”, confessa, adiantando que atual­mente está com 98 quilos.
José Carlos Malato foi o apresentador da gala da associação ABC, que tem por lema “O não está na tua mão”, que o apresentador transmite a todos baseado na sua própria experiência com drogas. “Sou embaixador da associação desde o princípio. Hoje tenho 52 anos, com 18 o que eu queria era ver o mundo e experimentar coisas. E é necessário perceber que podemos dizer que não. As minhas experiências eram sempre meio filosóficas, eram ideológicas. Fumar um charro era uma afirmação, sobretudo a seguir ao 25 de Abril. Nunca procurei o coma, procurei sempre a criação e a recriação e passei por todas as fases de experiência e convívio. Isso fez de mim quem sou”, defende, salientando que se voltasse atrás preferia não ter experimentado drogas, porque aprendeu que as substâncias são todas destrutivas.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras