Nas Bancas

Oscar Pistorius chora ao retirar próteses em tribunal

Para determinar a pena de prisão pela morte da namorada, Reeva Steenkamp, em fevereiro de 2013.

CARAS
15 de junho de 2016, 15:10

Oscar Pistorius , de 29 anos, retirou as próteses das pernas na audiência do seu julgamento esta quarta-feira no tribunal de Pretória, África do Sul. A pedido da sua defesa, o ex-atleta paralímpico caminhou pela sala, em lágrimas, para simular a noite em que assassinou a namorada, a modelo Reeva Steenkamp, em fevereiro de 2013.
O advogado de Pistorius considerou a situação "embaraçosa", mas "necessária", de forma a explicar a teoria da equipa de defesa, que dá conta que o antigo campeão paralímpico se levantou da cama, sem próteses, no dia em que matou a namorada a tiro na casa de banho, pois pensava tratar-se de um assaltante.
Recorde-se que Pistorius, que agora sofre de "depressão" e tem "sintomas de transtornos pós-traumáticos e de ansiedade", viu a sua acusação ser agravada durante o processo de recurso. O antigo atleta paralímpico tinha sido condenado a cinco anos de prisão por homicídio involuntário em primeira instância, em 2014, e em dezembro do ano passado, o tribunal alterou-o para crime de homicídio. Nos próximos dias será decidida a pena a aplicar, que poderá ser de, pelo menos, 15 anos de prisão.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras