Nas Bancas

Malia Obama termina ensino secundário

A filha mais velha do presidente norte-americana estará na Universidade de Harvard após um ano sabático.

CARAS
11 de junho de 2016, 15:25

Malia Obama, de 17 anos, concluiu esta sexta-feira, 10 de junho, o ensino secundário. A Casa Branca informou que o presidente Barack Obama “estaria presente para ver a filha mais velha subir ao palco e receber o seu diploma”. “Tanto ele como a primeira-dama [Michelle Obama] estão extremamente orgulhosos dos feitos da filha”, pode ainda ler-se no comunicado.
Numa entrevista para o programa de Ellen DeGeneres, Obama revelou que não faria discurso e que apenas queria passar despercebido: “Vou estar de óculos escuros, a soluçar. Vou chorar. Não estou preparado para vê-la partir. Ela é uma das minhas melhores amigas. Vai ser difícil para mim não a ter sempre por perto, mas ela está preparada. Ela é uma pessoa muito inteligente e capaz e está pronta para seguir o seu caminho”.
A Casa Branca anunciou no passado dia 1 de maio, que Malia Obama irá estudar na universidade de Harvard, a mesma que os seus pais, Barack e Michelle Obama, frequentaram. A jovem irá tirar um ano sabático e só começará os estudos no segundo semestre de 2017. "Malia entrará na Universidade Harvard no outono de 2017 como membro da turma de 2021", lê-se na nota enviada à imprensa.
Recorde-se que, tanto o presidente dos Estados Unidos como a sua mulher se licenciaram em Harvard. Numa entrevista recente, Michelle revelou que não queria que as filhas escolhessem a faculdade pelo seu prestígio. "Não quero que elas pensem que têm de ir para as universidades de topo. Vivemos num país onde existem milhares de boas universidades. A pergunta deve ser: 'Qual é aquela que se adapta melhor ao que desejo fazer?", disse à revista Seventeen.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras