Nas Bancas

Envolvimento em escândalo sexual afasta David de Gea do Euro 2016

Imprensa espanhola adianta que o guarda-redes poderá ser enviado para casa pela federação a qualquer momento.

CARAS
10 de junho de 2016, 17:44

A notícia foi tornada pública pelo jornal The Independent há três dias, mas as consequências poderão ser conhecidas apenas esta sexta-feira, 10 de junho, dia em que arranca o campeonato europeu de futebol em França. O futebolista David de Gea, guarda-redes do Manchester e da seleção espanhola, viu-se envolvido numa investigação policial sobre uma rede de prostituição e abuso sexual e a federação poderá anunciar o seu afastamento do Euro 2016 a qualquer momento.
Uma das vítimas cujo nome não foi revelado contou às autoridades que 2012 foi obrigada a encontrar-se com David de Gea e Iker Muniain, jogador do Atlético de Bilbao, e “forçada a fazer tudo o que os clientes pedissem”. A mulher terá também apresentado mensagens escritas e fotografias para provar os abusos. Para já, os futebolistas não foram chamados a depor.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras