Nas Bancas

Marido de Cláudia Jacques continua detido

Olivier da Silva ficará em prisão domiciliária e deverá ser depois extraditado para França.

CARAS
2 de junho de 2016, 17:37

Olivier da Silva foi interrogado esta quarta-feira, 1 de junho, no Tribunal da Relação do Porto e poderá ficar detido mais cinco dias até ser instalado o sistema de pulseira eletrónica que lhe permitirá ficar em prisão domiciliária, na sequência da qual deverá ser extraditado para França.
De acordo com o Jornal de Notícias, a detenção está relacionada com o crime de burla num negócio de compra a venda de um imóvel em Portugal a um cidadão francês, no qual Olivier foi intermediário.
Através das redes sociais, o empresário, marido de Cláudia Jacques, fez saber que será emitido um comunicado a esclarecer todo o caso. "Vai ser emitido um desmentido nos termos legais para repor a verdade. A notícia do JN é falsa e está empolada com fins jornalísticos. O processo é referente à negócios perfeitamente legais que serão brevemente esclarecidos", lê-se na nota publicada no Facebook.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras