Nas Bancas

1.jpg

DR

Figuras públicas dançam por uma boa causa

3M, IPST e Cifrão lançam 3.ª edição da Campanha GIVE by Nexcare.

Divulgação
27 de maio de 2016, 13:13

Vítor Emanuel, Joana Seixas, Francisco Garcia, Heitor Lourenço, Joana Câncio, Mafalda Matos, André Nunes, Jorge Corrula, Margarida Moreira e Tiago Aldeia foram algumas das figuras públicas que, a convite da 3M e do Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST), marcaram presença no evento de apresentação da 3.ª edição da Campanha GIVE by Nexcare, que decorreu ontem, dia 24 de maio, no Estúdio Mercado Time Out. Alertar a população para a importância da dádiva de sangue nos meses de verão é o objetivo desta iniciativa apoiada por Cifrão.
Depois de Catarina Gouveia e Sara Prata, é agora a vez de Vítor Fonseca vestir a pele de embaixador, empenhado na missão de apelar à dádiva junto das camadas mais jovens. “Não há melhor recompensa do que a sensação de que, com um pequeno contributo, que só toma alguns minutos do nosso tempo, podemos salvar vidas. Foi, por isso, com um enorme prazer, que aceitei dar a cara por esta iniciativa tão nobre”, partilha Vítor Fonseca.
“Assim que soubemos que o tema deste ano era a música, veio-nos imediatamente à cabeça o nome do Cifrão. Para além de ser alguém que respira dança, é dador e, como tal, consciente da diferença que o ato de doar sangue pode fazer quando se trata de salvar vidas”, afirma Cláudio Lázaro, diretor de marketing e vendas da divisão de Farmácia da 3M. “A terceira edição da Campanha é, pelo terceiro ano consecutivo, a concretização de uma colaboração que, a nosso ver, continua a fazer sentido. Afinal de contas, o verão é sempre uma altura crítica no que toca ao número de colheitas”, explica. Dr. Luís Negrão, Médico Responsável pelo Setor das Colheitas e Promoção da Dádiva de Sangue do IPST, coaduna: “Nunca é de mais relembrar que há uma necessidade urgente de novos e mais jovens dadores, para que seja possível garantir a manutenção da autossuficiência do país em sangue”.
Para além de Vítor Fonseca, o evento contou com uma presença muito especial: Zé Pedro, dos Xutos e Pontapés, que fez questão de partilhar o seu testemunho enquanto figura pública que já precisou de sangue, no dia em que foi submetido a um transplante (ao fígado). “Quando somos novos, pensamos sempre que nunca nos vai acontecer nada, que somos ´fortalhaços` e que a vida há de sempre ser vivida até ao limite, como foi a minha. Acontece que estava enganado e essa mesma vida que eu achava que devia ser vivida ao limite, pregou-me uma partida no verão de 2001. Entrei no hospital e foram-me dados cinco litros de sangue! Felizmente, para compensar, consegui que os meus amigos se ´chegassem à frente`, portanto a coisa ficou mais ou menos em casa. Graças a eles, não contribuí para o desfalque do stock sanguíneo! (risos). E deixa o apelo: Quem sabe se, um dia, não são vocês a precisar! O difícil é dar o primeiro passo, mas torna-se tudo mais fácil quando pensamos ´vamos ajudar alguém!`. Se conseguirmos levar os jovens a pensar desta forma, saímos todos a ganhar!”, termina.
Sobre a campanha
De âmbito nacional, a Campanha Give by Nexcare contará, à semelhança de anos anteriores, com unidades móveis – decoradas com a imagem da Campanha – em diversas localidades do país, para facilitar o acesso à dádiva de sangue junto da população. A todos aqueles que se dirigirem a um destes postos de recolha, aderindo ao apelo da 3M, do IPST e do Cifrão, será colocado um penso exclusivo (não comercializável) GIVE by Nexcare, com uma das imagens alusivas a um dos cinco estilos de música eleitos para figurar na campanha.
A resposta a todas as dúvidas sobre o ato de dar sangue e informações sobre o posto de recolha mais próximo em www.dador.pt.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras