Nas Bancas

Amber Heard acusa Johnny Depp de agressão

A atriz compareceu em tribunal com várias fotografias que mostram as marcas dos alegados episódios de violência doméstica que sofreu.

CARAS
27 de maio de 2016, 22:31

A notícia do divórcio de Amber Heard e Johnny Depp ao fim de pouco mais de um ano de casamento surpreendeu o mundo. A iniciativa de acabar com a união terá partido da atriz, de 30 anos, que alegou “diferenças irreconciliáveis” e pediu uma pensão de alimentos. E já esta sexta-feira, 27 de maio, Heard trouxe a público as alegadas agressões de que foi vítima por parte do ator, tendo mesmo pedido uma ordem de restrição em tribunal, onde compareceu com várias marcas no rosto.
A atriz contou ao juiz que o episódio de violência remonta ao passado sábado, dia 21, quando o marido lhe bateu com o telemóvel na mão e depois fugiu para não ser apanhado pela polícia que entretanto tinha sido chamada à casa onde ambos viviam. Terá sido nessa altura que Amber Heard decidiu avançar com o pedido de divórcio. O site de celebridade TMZ adianta que a jovem atriz tem na sua posse um vídeo em que Depp aparece a espancá-la e fontes próximas garantem à revista People que os episódios de violência eram frequentes.
Para já, o juiz concedeu uma ordem de restrição temporária e a estrela da saga Piratas das Caraíbas terá de manter-se a mais de 90 metros da ainda mulher. Isto até à próxima audiência, marcada para o final de junho.
Johnny Depp não compareceu em tribunal por se encontrar em Lisboa, onde atua esta sexta-feira no Rock in Rio com a sua banda, os The Hollywood Vampires. Contudo, ainda antes de ser acusado de violência doméstica, os seus representantes emitiram o seguinte comunicado: “Tendo em conta a curta duração do seu casamento e a morte recente da sua mãe, Johnny não responderá a histórias falsas, rumores, especulações e mentiras acerca da sua vida pessoal. Espera-se que a dissolução do casamento, que foi breve, fique resolvida rapidamente”.
Os dois atores conheceram-se no set de rodagem do filme Um Diário a Rum e casaram-se em segredo na ilha do ator nas Bahamas, em fevereiro de 2015. A notícia da separação surge alguns dias depois da morte da mãe do ator, Betty Sue Palmer, aos 83 anos, vítima de doença prolongada.
Antes de se apaixonar por Amber Heard, Johnny Depp partilhou a sua vida durante 14 anos com a modelo e atriz francesa Vanessa Paradis, mãe dos seus dois filhos, Lily-Rose, de 17 anos, e Jack, de 14.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras