Nas Bancas

Experiências improváveis com Sara Matos e Richie Campbell

Sara Matos, de 26 anos e Richie Campbell, de 29, protagonizaram a campanha ‘Improvável’, que vai proporcionar experiências improváveis aos seus fãs.

CARAS
8 de maio de 2016, 14:00

"Quer fazer um workshop de teatro em Londres com Sara Matos? Ou acompanhar Richie Campbell nos concertos que vai dar este verão pela Europa? É improvável, mas pode acontecer!” Este era o lema do concurso da Sumol que prometia proporcionar experiências im­prováveis aos fãs da atriz e do músico. Para que isso aconte­cesse, bastava os fãs terem ligado, até ao passado dia 15, para os números nos cartazes publicitários que a marca espalhou um pouco por todo o país. E foram cerca de 5000 os que responderam ao chamamento. Um número que espantou o músico. “Estou muito surpreendido com a quantidade de pessoas que já participaram e muito curioso para saber de que forma é que o vencedor me vai convencer!”, lança Richie.
Depois, no último dia 22, os dois artistas revelaram o top 10 das participações, ou seja, aqueles que escolheram para passar à fase seguinte. Estes tiveram que fazer um vídeo, até ao dia 25, no qual explicaram por que deveriam ser eles os escolhidos e convencer Sara e Richie disso. “Agora, vou ter em conta a autenticidade e o facto de serem justificações divertidas. Era um desafio e as pessoas tinham de se divertir a fazê-lo. Só pedi que se divertissem nos ví­deos e que acreditassem que podia acon­tecer”, defende Sara Matos. Porque outrora também ela acreditou. “Lembro-me de pensar, quando fiz o meu primeiro casting, que sim, queria muito ser atriz, mas seria que podia acontecer-me? Posso dizer que fiz cinco castings, e à quinta foi de vez”, recorda.
A rir, Richie diz que também é exemplo disso: “Eu sou um artista português, branco, europeu, que conseguiu ter sucesso na cena reggae a cantar em jamaicano. Acho que isto era muito improvável, mas aconteceu.”
“Estes desafios e estas oportunidades não surgem todos os dias. E é muito importante para mim, enquanto atriz, criar uma proximidade com o público que me segue todos os dias. Achei que era engraçado, de repente, poder ter esta aventura. Ir ao teatro, a um bom restaurante, passar um fim de semana diferente com um fã. Sempre quis ajudar a concretizar sonhos”, admite Sara, para acrescentar, com um sorriso: “Quando fiz a Margarida Bacelar, a minha primeira personagem em televisão, nos Morangos com Açúcar, houve uma cena em que ela fazia um anúncio, porque queria ser atriz, e o anúncio era à Sumol. Tinha mesmo de ser eu a fazer esta campanha!”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras