Nas Bancas

Afonso de Bragança entrega I Prémio Príncipe da Beira Ciências Biomédicas

A cerimónia de entrega do prémio decorreu na Câmara Municipal de Guimarães.

CARAS
6 de maio de 2016, 18:04

O filho mais velho dos duques de Bragança esteve em Guimarães para entregar à investigadora da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto Mariana Pintalhão, de 29 anos, o I Prémio Príncipe da Beira Ciências Biomédicas, instituído pela Fundação D. Ma­nuel II, a Universidade do Minho e o Município de Guimarães e com o valor pecuniário de 15 mil euros.
Na presença de D. Duarte e de D. Isabel de Bragança, Afonso assumiu pela primeira vez, aos 20 anos, o protagonismo numa cerimónia pública, entregando o galardão com o seu nome a um trabalho de pesquisa sobre insuficiência cardíaca. “Este prémio é muito importante, pelo reco­nhecimento e pelo apoio financeiro que vem dar à investigação”, referiu Mariana Pintalhão à CARAS.
Mecenas do prémio, Adalberto Neiva de Oliveira explicou o seu contributo: “Como empresário, apoiei sempre a inovação. Acredito no potencial da nossa juventude e acho que deve ser motivado, porque é muito importante que os jovens desenvolvam os seus estudos e se fixem em Portugal”. Opinião partilhada por D. Duarte, presidente da Fundação D. Manuel II: “É muito bom estar em Guimarães, cidade que nos deu o berço e o alento, para assinalar o trabalho de quem nos dá motivo para continuar a acreditar em Portugal. É disto que este prémio trata: assinalar, aclamar e premiar quem, pela sua entrega, dedicação, saber e sacrifício, nos faz crer que vale a pena ser português.”
Concorreram a este prémio 34 trabalhos de pesquisa, que foram avaliados por um júri composto por personalidades e cientistas de mérito.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras