Nas Bancas

Livro choque sobre a vida e morte de Margarida Marante

Filhos da jornalista afirmam: "Não temos vergonha do percurso da nossa mãe"

tvmais
4 de maio de 2016, 13:34

A biografia de Margarida Marante, que morreu em 2012, aborda o trajecto profissional, mas também a depressão e a cocaína. Os filhos não ficam embaraçados pelo "percurso bom e mau", mas há passagens que não caíram bem junto da mãe da jornalista, Hortênsia Anjos.

A biografia é escrita por Maria João Martins, autorizada pela família, e faz referências à depressão e ao consumo de cocaína. Polémicas são também as palavras do advogado Daniel Proença de Carvalho, amigo pessoal da jornalista, e de Henrique Granadeiro, pai dos seus três filhos. Ambos abordam a fase mais sensível da vida pessoal de Margarida Marante. Daniel Proença de Carvalho chega mesmo a referir : "Esse vício [da cocaína] fora adquirido com Emídio Rangel, mas enquanto ele tinha estrutura física e emocional para recuperar, a Margarida não tanto".
A apresentação do livro decorreu na passad segunda-feira, dia 2, no El Corte Inglés, em Lisboa.
SAIBA TUDO NA EDIÇÃO DESTA SEMANA DA TVMAIS

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras