Nas Bancas

Lea Michele faz tatuagem em homenagem a Cory Monteith

Os dois namoravam na altura em que o ator foi encontrado morto num quarto de hotel no Canadá.

CARAS
13 de abril de 2016, 10:22

Após ter feito uma tatuagem em tributo à avó que morreu recentemente, Lea Michele decidiu também recordar Cory Monteith, encontrado morto num quarto de hotel no Canadá, em julho de 2013, com 31 anos, após uma combinação de heroína e álcool. Os dois namoravam há cerca de dois anos e meio e além disso também tinham sido colegas na famosa série de televisão Glee, que, aliás, os tornou conhecidos do público.
A atriz partilhou nas redes sociais uma fotografia da sua homenagem, um número cinco tatuado debaixo do braço. Uma alusão ao número usado pelo personagem de Cory na série, Finn Hudson, na equipa de futebol americano.
Recorde-se que a tatuagem que Lea Michele fez a lembrar a avó foi uma pequena chávena de café, pois como a própria explicou essa é uma das memórias que guarda da sua infância. “Perdi a minha querida avó esta semana… Ela não era uma avó normal. Ela deu-me a minha primeira chávena de café quando eu tinha oito anos. Disse algo inapropriado a todos os meus namorados. Nunca me fez tartes nem camisolas de malha. Mas era minha avó e eu amava-a. Mais do que tudo… Amo-te avó”, escreveu no Instagram.
A atriz, de 29 anos, está a passar por uma fase menos boa a nível emocional. No início deste ano terminou a sua relação com Matthew Paetz, após dois anos de namoro e agora a morte da avó também a deixou muito abalada. “Felizmente, a Lea está rodeada de amigos. Não a temos deixado um minuto, estamos sempre com ela. E ela está a recompor-se e a concentrar-se no trabalho, na música e no seu próximo álbum”, conta uma fonte próxima à revista People.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras