Nas Bancas

Aline Gallasch-Hall lança livro: “O meu marido Thomas foi fundamental”

Escrever a obra 'Ressuscitar a Ópera do Tejo - O Desvendar do Mito' permitiu-lhe conhecer o marido, Thomas de Beuvink.

CARAS
13 de abril de 2016, 18:18

Foi no Tribunal da Relação de Lisboa que Aline Gallasch-Hall lançou a obra Ressuscitar a Ópera do Tejo - O Desvendar do Mito. Um livro baseado na tese de doutoramento em História, na Universidade de Évora, que demorou oito anos a concluir. Tempo que não sente ter sido perdido, uma vez que sempre contou com o apoio da família. “Tenho uma família maravilhosa. Os meus pais foram os grandes pilares do projeto. E o meu marido, que apesar de ter conhecido já no final da tese, foi fundamental”, comenta, recordando que conheceu Thomas de Beuvink num baile de gala, em Paris, numa escapadela para descansar da tese. “Foi amor à primeira vista. Não podia ter sido mais cliché”.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras