Nas Bancas

Marcelo Rebelo de Sousa: Um percurso de sucessos

Para chegar a Belém, Marcelo Rebelo de Sousa percorreu todo um caminho de sucesso que lhe valeu, por exemplo, duas condecorações presidenciais.

CARAS
30 de março de 2016, 15:30

Culto, inteligente, ambicioso, bom comunicador, descontraído e carismático, Marcelo Rebelo de Sousa, de 67 anos, gosta do contacto direto e espontâneo com a população. Espontaneidade que certamente dará algum trabalho aos homens da segurança que a partir de agora seguem os passos do Presidente da República, que decidiu continuar a residir na sua casa de Cascais.
Para chegar a Belém, Marcelo Rebelo de Sousa percorreu todo um caminho de sucesso que lhe valeu, por exemplo, duas condecorações presidenciais, a de Comendador da Ordem Militar de Sant’iago da Espada e a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique. Militante do PSD desde maio de 1974, foi deputado na Assembleia Constituinte, secretário de Estado e ministro durante o governo de Francisco Pinto Balsemão. Em 1990, candidata-se à Câmara de Lisboa, onde fica como vereador. Em 1996, foi eleito presidente do PSD, cargo que desempenhou até 1999. Professor catedrático de prestígio, foi diretor do Expresso e fundador do Semanário. A popularidade maior atingiu-a como comentador político, primeiro na TSF, depois na TVI, que intercalou com cinco anos na RTP, para regressar ao canal de Queluz, onde permaneceu até anunciar, a 9 de outubro último, a candidatura à Presidência.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras