Nas Bancas

Elton John nega acusações de assédio sexual

O músico está a ser acusado por um antigo guarda-costas com quem trabalhou entre 2002 e 2014.

CARAS
30 de março de 2016, 10:20

Elton John, de 69 anos, está revoltado com as acusações de assédio sexual de que está a ser alvo por parte Jeffrey Wenninger, um antigo membro da sua equipa de seguranças. Este último alega que o músico britânico fez várias tentativas para terem relações sexuais e que, inclusivamente, chegou a molestá-lo fisicamente. O contrato entre os dois cessou em 2014, mas o ex-guarda-costas só apresentou queixa esta segunda-feira, dia 28, alegando que os comportamentos reprováveis de Elton John duraram vários anos.
O músico nega veementemente e garante que o único propósito de Wenninger é extorquir-lhe dinheiro. “Esta ações sem fundamento é apresentada por um agente de segurança descontente que quer ganhar dinheiro fácil. Essas alegações são totalmente falsas e vêm contradizer outras anteriormente feitas pela mesma pessoa. Não vamos ceder a este esquema”, afirmou Orin Snyder, da sociedade de advogados que representa o artista. O caso está agora entregue ao Supremo Tribunal da Califórnia.
Refira-se que Jeffrey Wenninger já tinha outro processo a decorrer na justiça contra Elton John por alegadamente o ter despedido sem motivos em setembro de 2014.
Elton John mantém uma relação estável com David Furnish desde 2005. Os dois têm dois filhos, Zachary, de cinco anos, e Elijah, de três, concebidos através de uma barriga de aluguer.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras