Nas Bancas

Cidade do Porto homenageia Paulo Cunha e Silva com uma exposição

Artistas, amigos e familiares encheram a Galeria Municipal do Porto para a inauguração da exposição que evoca o génio de Paulo Cunha e Silva. Joana Vasconcelos, Julião Sarmento, Alberto Carneiro e Rodrigo Areias são alguns dos artistas cujas obras estão patentes até 22 de maio.

CARAS
30 de março de 2016, 16:02

Quatro meses depois do desaparecimento do vereador da Cultura do Porto, a cidade une-se para “uma evocação da sua memória passada, mas também do seu futuro”, apresentou Rui Moreira. “P. – Uma Homenagem a Paulo Cunha e Silva, por extenso” é, continua o presidente da autarquia, “a forma que idea­lizamos para revisitar o percurso do Paulo, para o documentar e aceder aos universos artísticos que lhe eram familiares”.
“Ele era um homem da cultura e um grande embaixador do Porto. Era genuinamente generoso e deve ser lembrado”, afirmou Sindika Dokolo, marido de Isabel dos Santos, que viajou de Luanda para esta inauguração. Também a artista plástica Joana Vasconcelos recordou: “O Paulo era inteligente, criativo e tinha uma visão muito própria do meio artístico. Era uma pessoa particular e vai fazer-nos muita falta.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras