Nas Bancas

Sofia Ribeiro: “O cancro fez-me dar prioridade ao que importa”

A atriz deixou uma nova mensagem nas redes sociais.

CARAS
7 de março de 2016, 09:49

A lutar contra um cancro da mama diagnosticado em novembro de 2015, Sofia Ribeiro vai dando conta do seu estado de espírito aos seus seguidores nas redes sociais. Este domingo, dia 6, deixou a seguinte mensagem:
“Olá!!!
Como estão todos?
Por aqui estou a tentar responder às mensagens... Tentar sim, porque são tantas mas tantas... Obrigada.
A vossa generosidade é pura energia.
Fico espantada!... A quantidade de histórias de vida que partilham comigo... Histórias de mulheres, meninas, amigos, famílias...Dariam filmes, livros e livros do mais inspirador, podem crer. Parabéns a cada um de vocês e muito obrigada por me fazerem mais rica!
Como estou eu? Estou bem, na minha nova rotina... um bocadinho mais cansada do que no início, confesso! Mas estou bem. Não é nada de ‘mais’, pelo que vou percebendo, diz que faz parte. Já lá vai um tempo. Ele vai passando... Tudo está a seguir o seu caminho! E como qualquer percurso vão-se umas coisas e vêm outras.
Se eu for a ver bem, as coisas que vieram são fracamente melhores que as que têm levado... Por isso o cansaço está mais que compensado.
As pestanas e sobrancelhas, por exemplo! Também estão mais cansadas, ainda que mais discretas vão-se deixando cair... Mas eu hoje olho muito melhor para a vida.
O cancro levou-me os cabelos mas fez-me parar de atormentar a cabeça à toa! Fez-me dar prioridade ao que importa.
Ele alugou a minha mama, veio morar nela sem pagar renda mas trouxe-me muito mais amor à minha volta e para meu coração. Leva-me parte da minha energia todos os dias mas traz-me mais força e uma vontade maior de viver! Levou-me muitas horas do trabalho e as saudades que eu tenho... Mas trouxe-me a busca por mais qualidade de vida.
Este sacana chegou, vai levando parte de mim com ele e com ele, traz-me o mundo. Obrigada!
Pode parecer estranho meio bizarro até mas tenho mesmo que lhe agradecer. É a verdade! Provavelmente, nada viria se não fosse ele (o Cancro)... Nada do que veio! Estava demasiado distraída...
E não, não me canso de agradecer. Agradecer a todos vocês, às muitas pessoas incríveis que tenho conhecido, aos colegas e aos meus! Porque se dúvidas existissem, confirma-se. É de facto nas alturas difíceis que vemos quem são os de verdade. Os que por vezes não são de sempre mas serão para todo o sempre...
E agradeço porque nada disto (os medos, questões, tratamentos, agulhas, as mil consultas, os enjoos, dores de cabeça, os estados de espírito, as burocracias, a logística... ) Nada disto é fácil também para quem está junto, do lado de dentro do coração. Quem está perto! Obrigada pelo apoio, pelas palavras, pelo carinho, pelos muitos abraços, pelas birras, pelas horas mal dormidas, por me fazerem rir mesmo quando não tenho vontade...Obrigada por virarem a vossa vida do avesso para a minha ficar melhor.
Um sorriso gigante e um abraço apertado no vosso coração”
.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras