Nas Bancas

Jennifer Garner quebra o silêncio sobre o fim do casamento com Ben Affleck

Os dois atores separaram-se em julho de 2015, após dez anos de união.

CARAS
27 de fevereiro de 2016, 13:15

Jennifer Garner quebrou finalmente o silêncio sobre a separação de Ben Affleck, que aconteceu em julho do ano passado. Numa entrevista intimista à revista Vanity Fair, a atriz, de 43 anos, contou que o seu casamento de dez anos, do qual nasceram três filhos, Violet, de dez anos, Seraphina, de sete, e Samuel, de quatro, era uma prioridade. “Era um casamento real, não para as câmaras. E era uma grande prioridade para mim trabalhar nisso e continuar. Mas não funcionou”, confessou, assegurando que os rumores da alegada traição do ator com a ex-ama das crianças, Christine Ouzounian, são falsos.
“Nós já estávamos separados há meses quando eu ouvi falar sobre a ama. Ela não teve nada a ver com a nossa decisão de divórcio. Ela não fez parte disso. Mau julgamento? Sim”, disse, referindo que a pior parte foi explicar todo este processo conturbado aos filhos. “Não é bom para as crianças quando a babysitter sai da vida deles. Tive de conversar com eles sobre o significado de ‘escândalo'”.
Apesar de terem seguido caminhos diferentes, a estrela da série A Vingadora admitiu que ainda tem sentimentos por Affleck. “Não me casei com a estrela de cinema. Casei-me com ele. E se eu voltasse atrás, voltava a fazê-lo. Ele é o amor da minha vida. O que vou fazer sobre isso? É a pessoa mais brilhante, mais carismática, mais generosa. É apenas um homem complicado. Costumo dizer: 'Quando o sol brilha para ti, sentes. Mas quando o sol está a brilhar noutros lugares, fica frio. Ele pode deixar uma grande sombra'”, explicou.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras