Nas Bancas

Homem que persegue Gwyneth Paltrow há quase duas décadas foi ilibado

Esta é a segunda vez que Dante Soiu é declarado não culpado, por apresentar problemas mentais.

CARAS
19 de fevereiro de 2016, 12:45

O homem que alegadamente assediou Gwyneth Paltrow durante 17 anos voltou a ser considerado não culpado. A atriz, de 43 anos, está desolada com a decisão do tribunal, não só pelo facto de não ser feita justiça, mas também por ter sido chamada a testemunhar, o que a obrigou a reviver alguns episódios dramáticos.
Esta é a segunda vez que Dante Soiu é ilibado. A primeira vez foi em 2000 e na decisão pesou o facto de ter problemas mentais, o que fez com que o tribunal determinasse o internamento numa clínica psiquiátrica durante alguns anos. Contudo, assim que terminou o tratamento, recomeçou a enviar “cartas assustadoras”, como revela a atriz. “Estou assustada porque as cartas não têm lógica nenhuma. Lido com isto há 17 anos, há todo esse tempo que recebo cartas deste homem”, declarou Gwyneth Paltrow em tribunal sem conseguir conter as lágrimas.
Durante o julgamento, a atriz contou com o apoio do namorado, Brad Falchuk.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras