Nas Bancas

Amante de Bill Clinton diz que a mulher do ex-presidente é lésbica

Sally Miller coloca em causa a orientação sexual de Hillary Clinton.

CARAS
19 de fevereiro de 2016, 15:39

Numa altura em que a campanha presidencial norte-americana decorre a todo o vapor, vem a público mais um escândalo sobre a família Clinton. Sally Miller vai lançar uma autobiografia e adiantou alguns pormenores ao Daily Mail. A ex-Miss, de 77 anos, revelou que no passado teve um caso com Bill Clinton e que durante o tempo em que se envolveram o antigo presidente dos Estados Unidos lhe fez algumas confidências. Entre elas, o facto da mulher, Hillary Clinton, alegadamente preferir mulheres. Fica assim reforçado o rumor que circula na imprensa norte-americana que diz que a candidata à presidência é lésbica. “Eu envolvi-me com ele porque a sua mulher não o fazia. O Bill chegou a pedir-me que ensinasse algumas coisas a Hillary”, comenta Sally. “Se um dia eu aparecer morta, por alegadamente me ter suicidado, não acreditem. Com as eleições a aproximarem-se, ela não pode deixar nenhuma ponta solta”, adianta, reforçando que acredita que as suas declarações podem custar-lhe a vida e que, justamente por isso, está constantemente armada.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras