Nas Bancas

Isabel Figueira e as cirurgias estéticas: “O rosto é muito delicado, tenho medo de perder a expressão”

Aos 35 anos, a modelo e apresentadora é a favor das técnicas que ajudam a disfarçar os sinais de envelhecimento, embora garanta que dificilmente fará alguma coisa no rosto.

CARAS
1 de fevereiro de 2016, 10:30

Para uma modelo ou manequim, é sempre complicado lidar com as mudanças no seu corpo e Isabel Figueira não é excepção. Apesar de estar em muito boa forma, sendo já mãe de dois filhos – Rodrigo, de oito anos, e Francisco, de dois anos e meio –, a apresentadora está apostada em manter a silhueta. “Não sinto a passagem do tempo: continuo a mesma, brincalhona e ativa. Fisicamente terei mudado, mas acho que para melhor. Talvez tencione disfarçar os sinais de envelhecimento... Estou focada em atingir a forma física que quero e consigo ter. Não quero uns abdominais definidos, mas sinto que posso estar melhor e o desporto faz bem, faz-nos sentir vivas”, explica Isabel, ressalvando que não tenciona mexer na zona do rosto: “Acho que o rosto é muito delicado e tenho medo de perder a minha expressão. Uso vitamina C e bons cremes para dar luz à pele e cuidar dela de maneira natural, sem recorrer a técnicas agressivas. Enve­lhecer bem é bonito e uma mulher tem de saber envelhecer.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras