Nas Bancas

Angie

Angie

Getty Images

As revelações de Angie após a morte de David Bowie

Estavam separados há mais de 35 anos e não mantinham qualquer contacto. No entanto, quando recebeu a notícia da morte do ex-marido, Angie não conseguiu conter as lágrimas.

27 de janeiro de 2016, 14:22

Quando recebeu a notícia da morte de David Bowie, Angela, mais conhecida por Angie, estava a participar num reality show e embora tenha assumido que “não podia fazer um drama”, pois não se viam há muitos anos, deixou-se levar pela emoção. Agora, na primeira entrevista em que fala do assunto, a antiga modelo, de 66 anos, conta que não fazia ideia de que o músico estava doente e reforça que não sente qualquer remorso por não manterem qualquer contacto há muito tempo. Os dois casaram-se quando Angie tinha 20 anos, divorciaram-se uma década depois e dessa união nasceu um filho, Duncan Jones, agora com 44 anos, com o qual também mantém uma relação bastante distante.
Recordando o momento em que recebeu a notícia da morte de Bowie, Angie afirma: “Estava tudo bem, mas eu não conseguia acreditar [no que estava a ouvir]. Sempre pensei que morreria primeiro. Penso que ninguém sabia que ele estava doente. Quero aproveitar esta oportunidade para dizer que acho que ele encenou muito bem a sua partida. (…) [Ao receber a notícia] percebi que já não sentia raiva”. A antiga manequim conta ainda que “não se arrepende nada” da distância que havia entre ambos. “Quando ele queria ser antipático era de facto muito desagradável. Isso é um facto. Mas naquele momento percebi que nunca mais voltaria a ouvi-lo”, esclarece, deixando transparecer alguma mágoa.
Sobre o filho, Angie também se mostra bem resolvida com o facto de quase não existir contacto: “Eu tive o Zowie [o realizador mudou o nome para Duncan Jones] para o David. Eu disse-lhe que nunca lutaria pela custódia [do meu filho]. O David e o pai dele também tinham uma relação muito próxima e que tipo de mãe seria eu se usasse o meu filho como arma de arremesso quando me divorciei? Não será esse um comportamento mais reprovável? A última vez que o vi, ele tinha 13 ou 14 anos. Não era uma idade fácil, ele estava ocupado a trabalhar, estudar, a fazer o que todos os adolescentes e eu própria fiz nessa idade. Pois é, lamento mas não tenho muito a dizer sobre esse assunto. É o que eu sinto e é um assunto que me magoa e quando isso acontece, deito tudo para trás das costas e fecho a porta. Podem fazer perguntas até à exaustão sobre esse assunto que a minha resposta será sempre esta, o desinteresse”, remata.
Após o fim do seu casamento com David Bowie, Angela viveu um romance com o músico Drew Blood e voltou a ser mãe, de uma rapariga, Stacia. Entretanto, desde 1993 que tem uma relação estável com Michael Gassett.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras