Nas Bancas

As últimas palavras de Céline Dion para o marido

O funeral de René Angélil realiza-se esta sexta-feira, 22 de janeiro, no Canadá.

22 de janeiro de 2016, 10:16

Céline Dion despede-se hoje do marido, René Angélil, que morreu no passado dia 14 vítima de cancro da garganta. O corpo do empresário está em câmara ardente na Basílica Notre-Dame, em Montreal, Canadá, desde esta quinta-feira, dia 21, para que todos possam prestar-lhe uma derradeira homenagem. E foi precisamente no local que foram distribuídos pequenos cartões com a fotografia de Angélil e uma declaração de Céline Dion, que afirma a sua vontade de continuar a cantar. “Percebi que a minha carreira era, de certa forma, a sua obra de arte, a sua canção, a sua sinfonia. A ideia de vê-la suspensa e por terminar deixá-lo-ia muito triste. Percebi que, caso ele nos deixasse, eu deveria continuar sem ele, por ele”, escreveu a artista de 47 anos.
Céline Dion e René Angélil conheceram-se quando a artista tinha apenas 13 anos e ele se tornou seu agente. A relação profissional transformou-se numa história de amor e, apesar de terem 26 anos a separá-los, casaram-se em dezembro de 1994. Cinco anos depois, o produtor foi diagnosticado com cancro da garganta pela primeira vez, mas a doença não abalou a relação. Em 2013, a família foi novamente confrontada com a doença e René foi operado para remover um tumor. Desde então e, apesar dos tratamentos, o estado do canadiano não voltou a melhorar e a artista disse em várias ocasiões que a família vivia um dia de cada vez, com a noção que o fim podia estar próximo.
Juntos, René e Céline tiveram três filhos: René-Charles, de 14 anos, e os gémeos Eddy e Nelson, de cinco. O produtor era ainda pai de Anne-Marie, Patrick e Jean-Pierre, de relações anteriores.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras