Nas Bancas

Andreia Rodrigues: “Todas as minhas joias têm uma história e são especiais”

A apresentadora é a imagem de uma linha de joias e a CARAS acompanhou o ‘making of’ da campanha.

CARAS
16 de janeiro de 2016, 10:00

“Cada vez gosto mais de joias. Não tenho nenhuma peça de família, a minha ‘joia’, para já, é uma camisa da minha avó paterna, que já não está viva, e que é para mim uma joia por aquilo que ela representa”, confessou Andreia Rodrigues dias depois de a CARAS ter acompanhado o making of do novo catálogo da linha Century, inspirada na letra C – o cem romano – em comemoração do Centenário Torres, no Palacete Chafariz d’El Rei. A embaixadora das linhas próprias de joias do Grupo Torres Joalheiros revelou ainda: “As joias têm a capacidade de passar no tempo e de geração em geração e um dia as coisas que eu tenho serão com certeza das minhas filhas ou netas, ou até das minhas noras. Ou poderei até usar as minhas peças para as leiloar.”
Questionada sobre se o namorado, o apresentador do programa da SIC Alta Definição Daniel Oliveira, lhe oferece joias, Andreia confirma: “O Daniel já me ofereceu um anel que eu guardo, que uso regularmente e que é muito especial para mim pelo que representa. Sempre que alguém retira um bocadinho do seu tempo a pensar no outro, isso significa que somos importantes para essa pessoa. E tenha esse presente o valor que tiver a nível monetário, é uma peça com um valor incalculável a nível sentimental porque é dado com amor, com carinho, porque foi pensado em nós.”
Andreia diz ainda que não compra joias “de forma levia­na, compro porque me apaixono e todas as minhas peças têm uma história e uma simbologia e é isso que faz delas especiais”.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras