Nas Bancas

Raquel Prates: “As nossas escolhas devem respeitar a nossa identidade”

A empresária e manequim desfila cinco propostas para a época e defende a primazia do conforto.

CARAS
14 de janeiro de 2016, 13:30

À elegância está sempre associado um estilo próprio e Raquel Prates é um excelente exemplo disso. Não é por acaso que é uma presença assídua na lista anual das mulheres portuguesas mais elegantes da CARAS, que já ganhou mais do que uma vez. “Para nos sentir­mos bem, temos de estar em harmonia connosco próprios, só assim nos poderemos correlacio­nar em concordância com os outros”, defende a empresária e modelo, que no ano passado lançou, em parceria com Pedro Crispim, o livro Do Chinelo ao Salto Alto, onde dá várias dicas sobre o que vestir em momentos específicos do ano. “O primeiro passo de qualquer escolha é respeitarmos a nossa identidade, nunca fazer escolhas que ponham em causa a nossa autoconfiança”, aconselha Raquel, acrescentando ainda que devemos “dar ênfase ao conforto e ao bem-estar”.
Mais importante do que a aparência, no entanto, é aproveitar bem a vida, e disso Raquel Prates não tem dúvidas: “É preciso darmos atenção aos momentos e aos dias, senão corremos o risco de eles passarem por nós e não sermos nós a passar por eles. Importante é sempre o caminho e não os objetivos.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras