Nas Bancas

Mulher de David Bowie partilhou mensagens de tristeza horas antes da morte do artista

Nas redes sociais.

CARAS
12 de janeiro de 2016, 16:02

Através do videoclip do tema Lazarus, dois dias antes da sua partida, David Bowie deu pistas aos seus admiradores sobre os dias difíceis que estava a viver e mostrou que a morte estava iminente. Contudo, habituados à sua irreverência e imprevisibilidade, estes não souberam ler os sinais. Mas não foi só o artista britânico que passou a mensagem de que o fim estava próximo, também a sua mulher, Iman Abdulmajid, deixou indícios nas redes sociais. “A luta é real, mas Deus também”, escreveu a ex-top model somali no Instagram horas antes da morte de Bowie. No mesmo dia já tinha partilhado outra mensagem de reflexão: “Por vezes, não conhecemos o verdadeiro valor de um momento até que ele se transforma numa memória”.
Embora reservado sobre a sua vida privada, David Bowie sempre disse que se apaixonou por Iman no preciso momento em que a conheceu. Esta mostrou-se mais reticente, como contou ao jornal The Guardian em 2012: “Não estava preparada para uma relação. E não queria nada entrar numa relação com alguém como ele. E como sempre disse: apaixonei-me pelo David Jones. Não me apaixonei pelo David Bowie. Bowie é só um figurino, um cantor, um entertainer. David Jones é um homem que eu conheci".
O músico e a ex-top model foram casados durante 23 anos e têm uma filha em comum, Alexandria, de 15. Bowie era ainda pai de Duncan Jones, de 44 anos, fruto do seu primeiro casamento.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras