Nas Bancas

Sean Penn encontra-se com El Chapo

No esconderijo secreto do maior traficante do mundo.

CARAS
11 de janeiro de 2016, 17:42

Sean Penn conseguiu o que muitos jornalistas de todo o mundo ambicionaram: entrevistar Joaquín Guzmán Loera, mais conhecido por El Chapo, o traficante mexicano que era procurado pelas autoridades desde julho de 2015 e foi capturado na passada sexta-feira, 8 de janeiro. Num artigo escrito para a revista Rolling Stone, o ator, de 55 anos, relata a visita ao esconderijo secreto de El Chapo no meio da selva, a 2 de outubro de 2015, e os motivos que o levaram a procurá-lo. O que Penn talvez não esperava era que as autoridades mexicanas quisessem interrogá-lo, embora assumam que este encontro ajudou a capturar o traficante e não seja claro que o que fez possa ser considerado crime.
"[O negócio de El Chapo] é um negócio de venda de drogas e não é segredo que os EUA são um dos seus melhores clientes", escreve o ator, que queria conhecer o outro lado da guerra às drogas, "um lado que é demonizado pelos americanos sem que alguma vez estes tenham aprendido alguma coisa sobre isso", esclarece. O encontro com Joaquín Guzmán Loera - ligado à Alianza de Sangre, também conhecida como Cartel de Sinaloa e considerado o criminoso mais procurado do mundo - só foi possível graças à atriz mexicana Kate del Castillo, que desde 2012 se mantém em contacto direto com El Chapo. Segundo explica, foi a atriz quem comunicou a um produtor seu amigo que o traficante queria fazer um filme sobre a sua própria vida. Penn não desperdiçou a oportunidade e pediu a Kate que intercedesse junto de Gúzman para que ele lhe concedesse uma entrevista. A reunião acabou por acontecer no meio da selva mexicana, num lugar que diz não conseguir identificar, durou sete horas e incluiu um jantar em que estiveram presentes o ator, a atriz, o traficante e o produtor. Todos os gestos eram controlados por mais de trinta homens armados, explica Penn, adiantando que mais tarde soube que na floresta se escondiam mais de uma centena.
O ator conta que beberam tequila, comeram tacos, enchiladas, galinha, arroz, feijão, salada e carne assada, e que ao longo da refeição foi fazendo todas as perguntas que lhe vinham à cabeça, embora confesse que o facto de não poder usar papel e caneta fez com que não tivesse feito todas as que desejaria.
Para comprovar a veracidade do encontro, Sean Penn pediu ainda a El Chapo que tirassem uma fotografia, também publicada juntamente com o artigo. O ator admite também a possibilidade de estar a ser seguido pelas autoridades mexicanas e também pela polícia norte-americana de combate ao narcotráfico, já que depois da reunião o sítio onde El Chapo se escondia foi descoberto, mas ele conseguiu fugir, tendo sido recapturado há apenas três dias.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras