Nas Bancas

A cumplicidade de Diana Polignac de Barros com a filha mais velha, Diana

Diana Polignac de Barros esteve com a filha, Diana de Polignac Nigra (que é madrinha do filho de Alberto do Mónaco), na apresentação do livro “Memórias de Executivas”.

CARAS
31 de dezembro de 2015, 12:00

As parecenças físicas entre as duas são mais do que evidentes, mas foi a cumplicidade entre Diana Polignac de Barros e a filha mais velha, Diana de Polignac Nigra, que mais saltou à vista na apresentação do livro Memórias de Executivas, na Nova SBE, no Palacete Henrique de Mendonça, em Lisboa. Mãe e filha fizerem questão de apoiar Maria Cândida de Oliveira, uma das mulheres homenageadas no livro da autoria das jornalistas Isabel Canha e Maria Serina. “Estamos cá, sobretudo, para dar o nosso apoio a Maria Cândida de Oliveira, bem como a Rosalina Machado, que, infelizmente não pôde estar presente”, explicou Diana Polignac de Barros, atual companheira do antigo presidente da PT, Miguel Horta e Costa. “É um orgulho enorme termos no nosso país e na nossa economia mulheres que se distinguiram desta forma notável. É, de facto, preciso ter muita força de vontade, muita perseverança, duas qualidades que todas elas têm em comum”, elogiou, ainda, em perfeita sintonia com as mulheres homenageadas. Sobre a evidente cumplicidade com a filha, Diana Polignac de Barros revelou que sempre que as agendas de ambas o permitem, é frequente fazerem programas as duas. “Hoje, por exemplo, tínhamos ambas disponibilidade. Tenho uma relação muito próxima com a minha filha. De qualquer forma, apesar de haver uma grande cumplicidade, temos sempre bem presente que mãe é mãe e filha é filha. Essa é uma condição que nunca se altera”, fez notar Diana Polignac de Barros, que tem ainda um filho mais novo, Frederico, também do seu primeiro casamento, com o conde italiano Carlo Augusto Nigra, que morreu aos 43 anos, vítima de um ataque cardíaco fulminante. Apesar de muito reservada em relação à sua vida privada, Diana de Polignac Nigra, de 35 anos, viu os holofotes da fama virarem-se para si quando, no passado mês de maio, foi convidada pelo príncipe Alberto do Mónaco, seu primo, para ser madrinha de Jacques, um dos seus dois filhos gémeos. Na altura, contou que ficou surpreendia com o convite, que aceitou de bom grado.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras