Nas Bancas

André Gago com os pais, Carlos e Maria Amélia Corrêa Gago, no lançamento do seu primeiro romance, em 2010

André Gago com os pais, Carlos e Maria Amélia Corrêa Gago, no lançamento do seu primeiro romance, em 2010

Victor Freitas

André Gago chora a morte do pai

Carlos Corrêa Gago morreu no dia 25 de dezembro.

CARAS
28 de dezembro de 2015, 09:10

O Natal de André Gago ficou marcado pela morte do seu pai, Carlos Corrêa Gago, aos 81 anos. A notícia foi confirmada pelo ator com uma emocionante carta de despedida publicada no seu blogue. “O nosso Pai morreu no dia 25 de Dezembro, em casa, rodeado por aqueles com quem partilhou a sua vida, num momento de intensa comoção e amor. É quase uma ironia que, num núcleo familiar essencialmente não crente, como ele nunca foi, ele tenha sido capaz de atrair tanto amor, tanta comunhão e tanta espiritualidade nas suas horas derradeiras. Só não se trata de uma ironia porque o amor não deve obediência a requisitos prévios. Por isso, a data da sua morte, que se repete todos os anos, será doravante para mim, e espero que para todos nós, não um dia de sombras mas de luz, um dia de grata recordação e memória de um homem querido, de um homem bom, de um homem que olhava para os outros homens como iguais, de um homem cuja única fé, inamovível, era a fé na Humanidade. Adeus, Pai”, escreveu André Gago.
Carlos Corrêa Gago foi ministro dos Negócios Estrangeiros e da Coordenação Económica e do Plano, em governos distintos, no final da década de 70.
Clique aqui para ler o texto na íntegra

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras