Nas Bancas

Sofia Pinto Coelho apoiada pela família

A jornalista contou com o apoio da família na antestreia do seu documentário, dedicado ao seu avô.

CARAS
23 de dezembro de 2015, 19:30

Depois de Sofia Pinto Coelho ter lançado o livro O Meu Avô Luís, onde conta a história de amor vivida pelo seu avô e uma top model americana durante os últimos anos da mais longa ditadura europeia, surge agora o documentário baseado no livro. Carta ao meu Avô, um trabalho de João Nunes e Sofia Pinto Coelho, teve a sua antestreia nos cinemas do Amoreiras Shopping Center, no passado dia 1. “Não foi fácil para mim, enquanto jornalista, olhar para esta história. E por isso ainda bem que o filme é do João, porque eu teria feito outro completamente diferente. Ele próprio fez um filme diferente do que eu estava à espera, construiu uma narrativa muito mais poética. Se fosse eu, e por causa do ‘chip’ de jornalista, teria feito algo mais factual”, assumiu Sofia, que não consegue esconder a emoção ao falar do seu avô, Luís Pinto Coelho. “Não o conhecia, mas era a pessoa importante da família. Era a referência e o farol de todos nós. Quando ele foi para o Brasil eu tinha cinco anos e fui crescendo com esse avô ausente. E isto também é resgatar a memória de uma pessoa. Mesmo após a morte, nós vivemos através das memórias. O nosso coração só ama aqueles de quem se lembra”, assegurou.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras