Nas Bancas

Cláudio Ramos: "Fiz questão que a Leonor visse a entrevista ao meu lado"

Em conversa com a CARAS, Cláudio faz o rescaldo da entrevista em que assumiu a sua homossexualidade.

Cristiana Rodrigues
10 de dezembro de 2015, 13:17

A entrevista foi emotiva. Cheia de confissões e de coração aberto, sem filtros. No programa Alta Definição, da SIC, Cláudio Ramos, de 42 anos, não deixou nada por dizer a Daniel Oliveira. Assumiu a sua homossexualidade e recordou o dia em que a filha, Leonor, na altura com nove anos, o confrontou com perguntas sobre a sua orientação sexual: "Pai, eu vi na Internet... Eu sei que tu és homossexual e sei que não me dizes porque achas que eu vou deixar de gostar de ti."

A CARAS quis saber como é que foram os dias que se seguiram a esta exposição. E Cláudio Ramos respondeu.
– Sente-se aliviado?

– Não! Aliviado não estou, porque eu não me sentia com nenhum peso por nunca ter falado publicamente do assunto. Não senti peso nem nunca senti a obrigação de o fazer. Aconteceu! Agora não posso dizer que não me sinta muito grato pela reação das pessoas quando conheceram a minha história.
– Já tinha dado a entrevista em outubro. A sua filha sabia do teor da mesma?

– Sabia de tudo. Sabia que eu ia dar a entrevista e no dia em que a dei soube em traços largos do que falei. No dia da emissão, vimos os dois juntos a entrevista e correu tudo lindamente. Fiz questão que a visse ao meu lado. Foi dando as suas opiniões... E tudo tranquilo! Se, porventura, não me sentisse confortável a dar a entrevista por causa da minha filha, não o teria feito.
– A mãe dela, a Susana, sabia também, da entrevista?

– Sabia. Todas as pessoas eventualmente ligadas à conversa sabiam da entrevista.
LEIA A ENTREVISTA COMPLETA NA CARAS DESTA SEMANA

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras