Nas Bancas

Cláudio Ramos

Cláudio Ramos

Alfredo Rocha

As confissões de Cláudio Ramos no ‘Alta Definição’

O apresentador falou da relação com a família, a filha, do amor, dos problemas de saúde que tem e da sua orientação sexual.

CARAS
5 de dezembro de 2015, 15:25

Cláudio Ramos abriu o livro da sua vida no programa Alta Definição, da SIC. O apresentador falou da família, de uma infância marcada por dificuldades económicas, de uma relação inexistente com o progenitor, do problema de coração que lhe foi diagnosticado há alguns anos, do amor incondicional pela filha, Leonor, e do momento em que esta o confrontou com perguntas sobre a sua orientação sexual, há dois anos. “Eu tinha 40 anos e a minha filha, Leonor, nove. Um dia ela disse-me: ‘Pai, eu vi na internet… Eu sei que és homossexual e que não me dizes porque pensas que eu vou deixar de gostar de ti”, recordou Cláudio Ramos, emocionado. “É como se abrisse o chão e ficas com tanta vergonha de não teres sido tu a dizer, ter sido uma miúda de nove anos. Aqui o erro foi meu, ela tinha que ter sabido por mim”, reconheceu o apresentador, que garante que a filha lida muito bem com essa situação.
Cláudio reconheceu ainda que está apaixonado e que esse amor não é correspondido. “Tu não podes insistir numa pessoa que desiste de ti! Acho que amei demais, muito tempo!”, afirmou, antes de concluir: “Nunca gostaram de mim como eu queria que tivessem gostado e a vida deu-me razão porque a primeira vez que eu me mostrei como eu era, desistiram de mim. Por isso às vezes vale mais brincar, não te entregares tanto”.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras