Nas Bancas

Sara Carbonero: “Não tenho preferência quanto ao sexo do bebé”

A repórter garante que a ideia que as mães gostam de ter um casal é um mito.

CARAS
3 de dezembro de 2015, 10:08

Mãe de um rapaz que completa dois anos em janeiro, Sara Carbonero confirmou no início desta semana nas redes sociais que está grávida pela segunda vez. De regresso a Madrid por motivos profissionais, a jornalista falou pela primeira vez sobre esta fase da sua vida, garantindo que está “muito feliz” e que já passaram os sintomas típicos do início da gestação, como os enjoos. “Passado o primeiro trimestre, parece que o corpo se habitua”, afirma, adiantando que a gravidez já começa a notar-se: “Dizem que na segunda gravidez a barriga começa a crescer mais cedo e é verdade”.
Sobre o sexo do bebé, a companheira de Iker Casillas diz não ter preferência e que para o filho, Martín, seria ótimo se fosse outro rapaz. “Não desejo especialmente que seja uma menina. A ideia de que os pais gostam de ter um casal é um mito, eu só quero que tenha saúde. Se for uma menina, será perfeito, e se for um rapaz é o melhor que poderá acontecer ao Martín, ter um companheiro para brincar, sobretudo com idades tão próximas”, refere.
Refira-se que a jornalista espanhola partilhou nas redes sociais uma fotografia do filho a beijar-lhe a barriga para confirmar a gravidez e explica a escolha: “Demos a notícia ao mundo através do Martín, pareceu-me mais especial. Claro que ele não tem noção, mas vai ter um irmão e eu achei que seria uma forma bonita de contar”.
O nascimento do segundo filho de Carbonero e Casillas está previsto para o próximo mês de abril e, para já, não se sabe se o bebé nascerá no Porto, onde a família vive desde o final do verão ou se Sara regressará a Madrid mais perto da altura do parto. “Dependemos do futebol, por isso temos de ver. De qualquer forma, temos bons médicos em Madrid e no Porto, isso não é um problema”, esclarece. O nome também é algo que ainda não preocupa a repórter: “Ainda não pensei em nomes porque ainda é muito cedo. Há nomes portugueses encantadores, mas prefiro esperar porque vou mudar de ideias muitas vezes”.
Feliz com a nova vida no Porto, a companheira de Casillas faz um balanço positivo de 2015: “O melhor deste ano foi a minha gravidez e a mudança para o Porto”.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras