Nas Bancas

Brad Pitt revela que teve uma infância difícil, mas feliz

O ator deu uma entrevista ao 'The Telegraph', na qual falou sobre as suas raízes profundamente cristãs.

CARAS
28 de novembro de 2015, 17:40

Numa entrevista intimista ao jornal The Telegraph, Brad Pitt falou sobre a sua infância e contou que o facto de ter tido uma educação rigorosa com crenças profundamente cristãs o levou a considerar-se ateu nos dias de hoje.
O ator, de 51 anos, revelou que o seu pai, William Pitt, era “muito, muito duro” consigo e com os seus dois irmãos, criados com a “culpa cristã do que deve ou não ser feito”. “Os meus pais sempre insistiram que éramos capazes de fazer as coisas por nós mesmos. O meu pai sempre teve uma grande integridade e ensinou-nos a maioria das coisas que hoje fazemos”, disse.
Apesar da infância difícil, mas feliz, Pitt considera que as suas vivências o ajudaram a educar a sua própria família. “Sou muito disciplinado com os rapazes. As meninas não fazem nada errado, por isso não preciso de ser assim. Sinto que o meu trabalho enquanto pai é olhar por eles, ajudá-los a encontrar o que querem para as suas vidas, colocar coisas à frente deles e ‘pô-los na linha’ quando necessário. Tudo isso para que eles saibam quem são”, acrescentou à publicação.
Recorde-se que Brad Pitt é casado com Angelina Jolie, com quem seis filhos: três adotivos, Maddox, de 14 anos, Pax, de 11, e Zahara, de dez, e três biológicos, Shiloh, de nove, e os gémeos Vivienne e Knox, de sete.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras