Nas Bancas

Bárbara Guimarães e Manuel Maria Carrilho lutam em tribunal pela custódia dos filhos

Apesar de Bárbara ter requerido que o filho não fosse depor, a juíza terá indeferido o pedido e agora Dinis deverá sentar-se em tribunal para falar da sua relação com os pais.

CARAS
7 de novembro de 2015, 18:00

Dois anos depois de terem assinado o acordo de divórcio, Bárbara Guimarães, de 42 anos, e Manuel Maria Carrilho, de 64, voltaram a encontrar-se em tribunal no passado dia 27 para discutirem perante o juiz a regulação do poder paternal dos filhos, Carlota, de quatro anos, e Dinis, de 11. Este processo poderá implicar alterações no acordo de guarda partilhada assinado pelo ex-casal por ocasião do divórcio. Atualmente, Carlota e Dinis vivem com a mãe, estando uma vez por semana com o pai à hora de almoço, aos fins de semana de quinze em quinze dias e durante parte das férias escolares. O casal está, porém, em desacordo sobre a custódia dos filhos, tendo ambos já requerido a guarda total de Carlota e Dinis. Na audiência desta semana, Carrilho terá pedido que o psicólogo que avaliou o filho seja confrontado com a avaliação de outro profissional e Bárbara ficou a saber que, apesar de ter requerido que o filho não fosse depor, a juíza terá indeferido o pedido e agora Dinis deverá sentar-se em tribunal para falar sobre a sua relação com os pais. Este encontro em tribunal do antigo casal ficou ainda marcado pela apresentação de testemunhas que deverão falar do relacionamento de ambos com os filhos. Bárbara terá apresentado a empregada doméstica como testemunha e Carrilho a sua cunhada, Eunice Carrilho.
Apesar de Carrilho e Bárbara terem preferido não fazer comentários após a audiência, a CARAS sabe que a apresentadora está apreen­siva com a possibilidade de os filhos passarem a viver com o pai. A decisão cabe agora ao tribunal, que entretanto deverá marcar para breve mais diligências no sentido de apurar o que é melhor para os menores.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras