Nas Bancas

As imagens do casamento emotivo de Dália Madruga e Marcos Tenório

Juntos há três anos, a ex-apresentadora, de 36 anos, e o cavaleiro tauromáquico, de 29, decidiram oficializar a sua relação.

CARAS
31 de outubro de 2015, 16:00

Juntos há três anos, Dália Madruga e Marcos Nabeiro Tenório souberam, desde o dia em que se viram pela primeira vez, que da sua história de amor iria fazer parte um casamento de sonho. E assim foi. No dia 17 de outubro os dois oficializaram a sua relação perante o olhar de convidados muito especiais, entre eles, a filha, Clara, de 11 meses, e o filho da ex-apresentadora, João, de oito anos. “Nunca tivemos pressa para o concretizar, mas depois de a Clarinha nascer, e porque queremos que o João sinta que a família está completa, com um pai, mãe e mana, achámos que estava na altura certa. O João estava muito contente com a ideia do casamento, de poder acompanhar a mãe ao altar, pelo que foi uma junção de fatores. Claro que gostaríamos de ter casado numa outra altura, em que o meu sogro [Joaquim Bastinhas] já estivesse recuperado a cem por cento... Ele é a alma da família, porque está sempre muito feliz, e sentimos um bocadinho falta dessa alegria, mas esteve cá e isso demonstra bem o pai que é: colocou a nossa felicidade acima do seu bem-estar, e acho que isso também tem muito valor”, explicou Dália, assegurando estar certa de ter finalmente encontrado o homem da sua vida: “Há quem diga que, um dia, alguém entra na nossa vida e nos mostra por que é que não resultou antes com mais ninguém. Eu senti exatamente isso no dia em que conheci o Marcos e nunca mais nos separámos. Já passaram três anos e espero que passem muitos mais.” Feliz e emocionada por estar rodeada de familiares e amigos, a noiva não se cansou de distribuir sorrisos pelos cerca de 240 convidados que participaram neste dia tão especial, vivido ao lado do cavaleiro que conquistou a sua atenção.
Emocionado com a forma como os convidados receberam e aplaudiram o pai – que se encontra a recuperar das operações a que foi sujeito após o acidente na propriedade da família, em Elvas – Marcos admitiu que esta festa acabou por ser um pretexto para celebrar a vida. “Este dia mexeu muito com as nossas emoções. Estamos aqui para celebrar o nosso casamento e o batizado da Clarinha, mas também para celebrar a vida do meu pai, a vida dos pais da Dália, a vida de todos nós. Acho que este é um momento único, que vai ficar marcado para sempre na nossa memória”, disse o cavaleiro tauromáquico, de 29 anos, assegurando que irá tentar manter um casamento tão longo quanto os dos seus pais e avós têm sido: “É isso que vou ensinar à pessoa que está ao meu lado: apesar de ser mais novo, vou ser um chefe de família e daqui a 20 ou 30 anos vamos estar aqui a celebrar o nosso aniversário.”
Recebidos numa enorme tenda montada de véspera, devido às previsões de mau tempo, os convidados foram brindados com pompa e circunstância na propriedade dos pais do noivo, a Herdade das Algramassas, em Elvas. De­pois da cerimónia, conduzida pela conservadora do Registo Civil, os noivos, seguidos pelos convidados, entraram numa segunda tenda, decorada ao pormenor, onde decorreu o copo-de-água.
Já a noite ia avançada quando um grupo musical começou a atuar, animando os convidados. Sem nunca perderem a energia e a alegria, os noivos tentaram desfrutar ao máximo desta noite verdadeiramente mágica e única antes de se despedirem para fazer as malas e partirem para uma
lua-de-mel de 14 dias, que será dividida entre o Dubai e as Sey­chelles. “Os meus filhos vão ficar com os meus sogros. Vou descansa­da porque sei que eles vão ficar em bons cuidados, mas fico com o coração apertado, porque é a primeira vez que me separo da minha filha. Se calhar vou sofrer mais eu do que ela”, admitiu a noiva.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras