Nas Bancas

Filipe La Féria: Entusiasmo contagiante na estreia de 'A República das Bananas'

Dezenas de caras conhecidas marcaram presença no Politeama nesta noite de estreia que ficou marcada pelo ambiente de festa.

CARAS
19 de outubro de 2015, 17:00

A noite era de festa e a plateia entrou no espírito. Filipe La Féria apresentou o seu mais recente projeto, A República das Bananas, perante um Teatro Politeama cheio e muito animado. A poucos minutos do início, a boa disposição do encenador desta revista à portuguesa, bem humorada e repleta de críticas à política nacional, era contagiante. “O espetáculo é fabuloso! Nem na Broadway se vê este espetáculo extraordinário, com o picante e a crítica da revista à portuguesa e o grande musical”, partilhou, aproveitando para agradecer a todos os que tornaram e continuam a tornar possíveis os seus sonhos. Em palco destacaram-se Rita Ribeiro, José Raposo, Pau­la Sá, Anabela, Ricardo Soler e Ricardo Castro, artistas principais do espetáculo. Ao cair do pano, o sentimento era o de dever cumprido. “Foi uma noite muito bonita, de muita felicidade para todos. Acho que toda a gente se portou muito bem, somos um elenco coeso”, avaliou, ainda “a quente”, Rita Ribeiro, salientando o apoio familiar que teve nesta noite: “É um toque muito forte no meu coração ter aqui a minha mãe e as minhas filhas.”
Por seu lado, José Raposo reconheceu que os últimos tempos não têm sido fáceis, já que se desdobra entre os ensaios da peça e as gravações da novela Coração d’Ouro. “Estou muito cansado. É uma loucura fazer televisão e teatro ao mesmo tempo”, desabafou, assumindo que o facto de ter uma plateia repleta de caras familiares não torna a ocasião diferente da de qualquer outra noite. “A exigência não aumenta, porque nós fazemos sempre igual, para o público, e neste dia os colegas são o público. Claro que uma estreia tem características especiais, mas quando estamos no palco, fazemos sempre o melhor.” Presença assídua nos elencos de La Féria e no Politeama é a cantora Anabela, para quem a noite foi de fortes emoções. “Já aqui fiz muitos espetáculos e tenho sempre muito boas memórias deste teatro, que é mágico para mim. Foi muito bonito e emocionante. Foram quase três meses de ensaios, estávamos ansiosos por estrear! Para nós correu muito bem e senti que o público gostou muito, foi contagiante.” Os aplausos e o entusiasmo que o público manifestou no final assim parecem prová-lo.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras