Nas Bancas

Bárbara Guimarães defende: “É ótimo renascer e lutar por novos sonhos”

A apresentadora da SIC partilhou com a CARAS o seu entusiasmo por ter regressado aos ecrãs com o programa ‘Peso Pesado Teen’.

Marta Mesquita
18 de outubro de 2015, 12:00

Bárbara Guimarães não co­menta os rumores que têm surgido na imprensa sobre um possível novo namoro.
Tão-pouco fala dos filhos, Car­lota, que faz cinco anos em outubro, e Dinis, de 11, ou do mediático processo judicial que a opõe ao ex-marido, Manuel Maria Carrilho, e cujas audiências em tribunal vão ser retomadas no próximo mês. Contudo, basta estar alguns minutos com a apresentadora para se perceber que está serena e feliz, o que confirmou, aliás, durante a conversa que teve com a CARAS – uma das muitas que tem tido ao longo destes 20 anos, já que é uma das recordistas de capas da nossa revista – a propósito do seu regresso ao ecrã com Peso Pesado Teen, em exibição na SIC.
Entusiasmada com este novo período da sua vida, Bárbara mostra-se confiante e garante estar “preparada para todos os desafios que a vida me apresenta.”
– Regressou ao trabalho com Peso Pesado Teen. Como estão a correr as gravações?
Bárbara Guimarães
– Estão a correr muito bem e estou a gostar bastante deste desafio! Estou a trabalhar imenso, mas está a saber-me muito bem voltar a ter este ritmo intenso. Tem sido muito gratificante.
– E é por causa do seu regresso ao trabalho que aparenta estar tão feliz e tranquila?
– Não sei explicar... Tenho trabalhado muito, o que me deixa feliz. Se irradio esse bem-estar a fazer aquilo de que gosto, ainda bem!
– Depois de conduzir a gala de apresentação da novela Coração d’Ouro, recebeu muitos elogios na imprensa e nas redes sociais, sobretudo por causa do seu sentido de humor [a apresentadora ‘brincou’ com o seu mediático divórcio]. Depois de 20 anos de carreira, como lida com os elogios?
– Sempre tive muito sentido de humor! Na vida, vale a pena levarmos as coisas com humor. Há desafios que nos custam imenso, temos de ba­talhar muito para conquistar determinadas coisas. Por isso, faço tudo com o coração e ser apresentadora é algo que me enche de felicidade.
– Neste seu novo desafio pro­fissional está a trabalhar com adolescentes que combatem a obesidade e todos os preconceitos e problemas que lhe estão associados. Vamos poder ver uma Bárbara mais emotiva e próxima?
– Neste for­mato estou muito mais presente. Toda a equipa sabe que estamos a lidar com um grande problema. Estamos a trabalhar pela felicidade daqueles miúdos. Queremos mesmo que eles consigam alcançar as suas próprias vitórias. Estamos a dar-lhes novas ferramentas para mudarem de vida. Sabemos que a esta mudança estão associados muitos sacrifícios, como habituarem-se ao exercício físico e alterarem radicalmente os seus hábitos alimentares. É difícil lutar contra algo que é uma bola de neve. Queremos que deixem para trás os dias de discriminação e de isolamento. É o princípio das suas novas vidas.
– E por mais negro que seja o cenário, ou por mais dificul­dades que se enfrentem, é sempre possível mudar de vida e a Bárbara é a prova disso...
– Neste caso, estamos a combater um grande problema que é a obesidade. Devemos sempre pensar que conseguimos mudar as coisas, sobretudo quando se trata de adolescentes que têm a vida pela frente. É ótimo renas­cer e lutar por novos sonhos.
– Como já referiu, está com um ritmo intenso de trabalho. Tem sido fácil conciliar os compromissos profissionais com a vida familiar?
– Tenho conseguido conciliar tudo, porque tenho apoio familiar. Para me sentir bem, tenho de ter tempo para as pessoas importantes da minha vida. Naturalmente, não é fácil gerir tudo, mas, com menos ou mais cansaço, acabamos sempre por conseguir fazê-lo. Também gosto de ter tempo para praticar desporto. Tento ter alguns momentos para fazer coisas que me dão prazer, como ir ao cinema, por exemplo. E confesso que não tem sido fácil ter disponibilidade para esse tipo de atividades. Mas vale a pena, porque estou a gostar muito deste desafio profissional.
– E consegue não levar o trabalho para casa?
– Sim, consigo desligar-me. Mas a verdade é que não sou duas ‘Bárbaras’. A Bárbara apresentadora é a mesma que a Bárbara mulher, nunca mudo de registo.
– Como é que definiria esta fase da sua vida?
– Passados 20 anos continuo a sentir-me muito feliz com o que faço.
– Recentemente, assumiu estar solteira. Está disponível para se apaixonar?
– Não falo sobre isso.
– E está preparada para os desafios que se aproximam?
– Estou sempre preparada para os desafios que a vida me apresenta. Tenho plena consciência do que realmente é importante para mim. Estou confiante, serena e com energia para viver todos os desafios.
– Para terminar, como imagina a sua vida daqui a 20 anos?
– Não consigo fazer esse tipo de projeções. Vivi 20 anos muito intensos e só espero que os próximos tenham a mesma intensidade.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras