Nas Bancas

Liliana Santos: “Gosto muito da vida que tenho”

Onze anos depois da sua estreia, a atriz está a atravessar uma excelente fase no plano profissional e mantém-se focada em fazer aquilo que mais gosta: representar.

André Barata
19 de setembro de 2015, 18:00

O verão não tem sido tempo de descanso, pois o trabalho não lhe dá tréguas. Depois da novela Mar Salgado, chegou a peça Don Giovanni (personagem mais conhecida por D. Juan), um clássico do século VXIII que Liliana Santos, de 34 anos, garante não ser “nada maçador”. A estreia, no Teatro Thalia, em Lisboa, já aconteceu e correu às mil maravilhas. “Como é normal, estávamos todos muito nervosos e ansiosos, mas na verdade correu muito bem. Ficámos muito satisfeitos!” Foram cinco semanas de preparação para este trabalho com encenação de Paulo Sousa Costa, no qual Liliana encarna a personagem D. Ana, a filha do comendador assassinado no início da história. “É uma personagem muito dramática logo desde início, já que é nessa altura que a morte acontece”, contou a atriz, revelando que um dos maiores desafios da personagem foi o facto de esta ser uma pessoa angustiada, que passa grande parte do tempo a chorar. “Temos uma hora e vinte de peça e o sofrimento é constante. Tive de me ir preparando para o grande dia, a estreia. Temos de puxar sentimentos que muitas vezes não temos, nem tão-pouco queremos sentir!” Don Giovanni é a segunda experiência da atriz em teatro e acontece agora porque coin­cidiu com o final das gravações da novela Mar Salgado. O que teve a vantagem de lhe permitir aceitar o desafio, mas a obrigou a prescindir de férias a sério. “Consegui fazer apenas umas miniférias. Aproveitei principalmente para descontrair, bronzear-me um pouco e dar uns mergulhos. Agora vou aproveitando durante a semana e quando puder desfruto do nosso bom tempo.” E não só, porque é também uma apaixonada por culinária e exercício físico. “O desporto sempre esteve muito presente na minha vida. Quando era mais nova pratiquei ballet, natação e basquetebol. Hoje frequento regularmente o ginásio e quando não vou sinto que qualquer coisa não está bem. O desporto tem a contrapartida de nos manter em forma, mas acho que me faz ainda melhor a nível psicológico. Recarrega e renova-me as energias.” Corpo são em mente sã e por isso também não descura a alimentação saudável e regrada. “Procuro comer sempre bem, não só para me manter em forma, como também para não intoxicar o meu organismo. É claro que tenho os meus dias de asneira, às vezes mais do que um [risos]. Depois compenso e o desporto ajuda-me a recuperar. Adoro comer e sou muito gulosa, mas temos de saber ouvir o nosso corpo.” No plano profissional, os objetivos passam por continuar a apostar na formação e em novos projetos de representação, sem preferência para a área. No que toca à vida amorosa, Liliana sempre foi muito reservada, e não mudou de atitude. Ainda assim, não esconde que continua a sonhar com uma família sua, filhos e casamento. “Venho de uma família tradicional e tenho isso como exemplo e também como valor. Um dia quero casar-me e ter filhos, claro! Sinto que estou a atravessar uma boa fase, quer a nível profissional quer pessoal. O meu objetivo, principalmente a nível pessoal, é evolução. É isso que procuro nesta vida. Estou feliz, sinto-me bem e tudo o que vier vem por bem e eu aceito, é nisso que me foco. Se as coisas mudassem e tivesse de mudar de profissão, assim o faria. Só temos de fazer uma coisa, que é estarmos felizes, e eu gosto daquilo que faço, da vida que tenho.”

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras