Nas Bancas

Salma Hayek com a filha, Valentina

Salma Hayek com a filha, Valentina

Reuters

Salma Hayek preocupada com a segurança da filha

A atriz conseguiu uma ordem de restrição durante três anos contra duas fãs, que ameaçaram raptar a sua filha, Valentina, de sete anos.

CARAS
7 de setembro de 2015, 12:52

Uma ameaça de duas fãs levou Salma Hayek a pedir uma ordem de restrição em tribunal. A decisão foi conhecida esta sexta-feira, 4 de setembro, em Los Angeles, onde o juiz decretou que as duas mulheres, Liana Philippon and Odette Bodagh, estão obrigadas a manter uma distância de segurança de 91 metros da atriz mexicana, do marido, François-Henri Pinault, e da filha de ambos, Valentina, durante três anos.
Segundo os documentos apresentados em tribunal, as duas fãs de Hayek fizeram ameaças com a intenção de raptar e pedir um resgate por Valentina, de sete anos. "Este caso teve origem num bizarro padrão de comportamento de duas pessoas que aparentemente sofrem de distúrbios mentais. As suas ações incluíam, entre outras coisas, inventar esquemas para falar com membros da família de Hayek de modo a obter os contactos desta, fazer-se passar por ela perante outra celebridade, tentar o contacto direto com a própria Salma Hayek e entrar em contacto com a sua filha menor", lê-se num dos excertos do processo, citado pelo jornal Huffington Post.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras