Nas Bancas

Laura Ferreira e Passos Coelho: As imagens da visita oficial a Cabo Verde e Guiné-Bissau

O primeiro-ministro participou nas comemorações do 40.º aniversário da independência de Cabo Verde. Laura Ferreira, que está a terminar os tratamentos de quimioterapia que se sucederam à cirurgia de remoção de um tumor maligno numa perna, acompanhou o marido, o que lhe permitiu regressar ao país onde passou parte da juventude, já que viveu no Mindelo, em S. Vicente. A visita estendeu-se à Guiné-Bissau, terra natal da mulher de Passos Coelho, para quem esta breve visita foi, assim, cheia de significado.

CARAS
15 de julho de 2015, 10:25

Foi apenas um fim de semana prolongado, mas permitiu a Laura Ferreira, que tem estado a fazer tratamentos de quimioterapia depois de ter sido operada a um tumor maligno, descontrair um pouco e esquecer por momentos a rotina da doença. Com o bónus de lhe ter proporcionado um verdadeiro regresso às origens: nesta visita oficial de Pedro Passos Coelho a Cabo Verde, que comemora o 40.º aniversário da independência, e à Guiné-Bissau, a mulher do primeiro-ministro visitou a cidade onde nasceu, Bissau, e o país onde passou parte da juventude, já que viveu no Mindelo, na ilha de S. Vicente.
O casal partiu sexta-feira, dia 3, depois de a fisioterapeuta ter recebido autorização do médico para concretizar esta viagem, já que a mobilidade de Laura Ferreira é ainda limitada, embora tenha recuperado a capacidade de andar. Regressaram a Lisboa na segunda-feira, dia 6, e para o dia seguinte estava marcada aquela que será a penúltima sessão de quimio­terapia a que está previsto submeter-se no Instituto Português de Onco­logia. A última está agendada para agosto.
Otimista e determinada, Laura Ferreira (que é mãe de duas filhas, Teresa, de 20 anos, e Júlia, de oito) tem enfrentado a doença com as armas de que dispõe, mas torna-se impossível não passar ocasionalmente por momentos de saturação, embora os de ânimo sejam mais frequentes. O apoio de toda a família, com destaque para o do marido, tem sido fundamental.
Recorde-se que Laura Ferreira soube em novembro passado que tinha um osteossarcoma, tumor ósseo agressivo que lhe foi removido com sucesso numa cirurgia efetuada em fevereiro, depois de algumas sessões de quimioterapia. À cirurgia sucederam-se novos tratamentos que, como se disse, deverão terminar este verão.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras