Nas Bancas

Amália homenageada com disco de tributo e uma peça de Vhils

Rúben Alves foi desafiado pela Universal Music França a dirigir um disco de homenagem a Amália Rodrigues. A participação do artista plástico Vhils ficou marcada pela criação do rosto de Amália em calçada portuguesa, reproduzido na capa do disco “Amália – As Vozes do Fado”.

CARAS
14 de julho de 2015, 19:30

No coração de Alfama, foi inaugurada no passado dia 2 a obra Calçada, da autoria de Vhils, nome artístico de Alexandre Farto. O rosto de Amália Rodrigues feito em calçada portuguesa pela mão dos calceteiros da autarquia de Lisboa não passou despercebido e juntou aos convidados dezenas de curiosos. A obra vertical – estende-se do chão para a parede – servirá não só de homenagem como também de capa para o disco de tributo à fadista, Amália – As Vozes do Fado, composto por 13 temas.
Rúben Alves, realizador do filme Gaiola Dourada, é o diretor artístico deste projeto, que conta com nomes tão diversos como Ana Moura, António Zambujo, Carminho, Camané, Gisela João, Ricardo Ribeiro, Celeste Rodrigues e ainda as participações excecionais de Bonga, Caetano Veloso, Mayra Andrade e Javier Limón.
O cineasta, de 35 anos, mostrou-se orgulhoso com o resultado e com o reencontro não só de várias gerações como dos vários países lusófonos. “Estas pessoas todas juntam-se à volta da Amália mas também pela portugalidade. Foi por causa da voz da Amália Rodrigues que eu me aproximei das minhas raízes, fazia todo o sentido eu  fazer este projeto e o resultado não me poderia ter deixado mais feliz”, explicou Rúben Alves. Sentimento partilhado pela irmã de Amália, Celeste Rodrigues, que também participa no disco, com o tema Faz-me Pena, ao lado do bisneto Gaspar Varela na guitarra portuguesa. “A minha irmã teria ficado muito contente, é uma homenagem muito bonita, que fica para sempre num bairro que ela gostava muito e que transpira fado”, comentou Celeste Rodrigues.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras