Nas Bancas

As confissões de Maria Elisa: “Não tenho medo da palavra ‘envelhecer’”

‘Confissões de uma Mulher Madura’ é o título do mais recente livro de Maria Elisa Domingues. Nesta obra, a escritora ensina as mulheres a envelhecerem de forma saudável, bonita e elegante. 

Marta Mesquita
8 de julho de 2015, 14:25

Depois de décadas a trabalhar no jornalismo televisivo, Maria Elisa Domingues tem-se dedicado, nos últimos anos, a uma outra paixão: a escrita, uma atividade que consegue conciliar com a sua vida familiar, que a obriga a dividir-se entre Portugal, onde vivem o filho, Gil, e a neta, Amélia, de seis anos, e São Francisco, nos EUA, onde mora o seu marido, o advogado norte-americano Sanford Hartman.
No seu anterior livro, Amar e Cuidar, a escritora passou para o papel uma experiência muito pessoal e emotiva, partilhando com os leitores como foi cuidar da sua mãe, que acabou por morrer com cancro. Desta vez, Maria Elisa volta a abrir um pouco as portas da sua vida e escreveu Confissões de uma Mulher Madura, livro em que aborda alguns aspetos da sua vida sentimental, o fim da sua carreira na RTP e a sua adaptação à vida nos EUA. “A mensagem que quero passar com este livro é que podemos envelhecer sem medo, podendo preparar-nos para isso com alguma antecedência. Há certos hábitos que são fundamentais para se chegar à idade madura com um aspeto que nos agrade a nós, acima de tudo, e que poderá agradar aos outros. Não tenho medo da palavra ‘envelhecer”, partilhou a escritora, que nesta apresentação contou com o carinho de familiares, amigos e admiradores. 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras