Nas Bancas

Julie Gayet e François Hollande juntos pela primeira vez em ato oficial

O caso com a atriz levou ao fim da relação do chefe de Estado com a jornalista Valérie Trierweiler.

CARAS
19 de junho de 2015, 16:29

Passou um ano e meio desde que François Hollande se viu envolvido num escândalo depois do seu caso amoroso com a atriz Julie Gayet ser tornado público por uma revista francesa. Desde então, muita coisa mudou: o presidente francês separou-se de Valérie Trierweiler, Julie Gayet deixou de ser presença assídua nos eventos a que Hollande assiste e os dois amantes passaram a ser mais discretos, chegando mesmo a especular-se que a relação tinha chegado ao fim. Contudo, fontes próximas de ambos, citadas pela imprensa francesa, garantem que a atriz está instalada no Palácio do Eliseu, a residência oficial do chefe de Estado.
Esta quinta-feira, dia 18, os dois voltaram a ser vistos juntos num ato oficial, uma homenagem aos veteranos e às vítimas da guerra, bem como aos seus familiares, nos arredores de Paris. Os assessores de François Hollande apressaram-se a esclarecer que Julie Gayet tinha sido convidada na qualidade de “neta de Alain Gayet”, um dos combatentes. A atriz fez-se acompanhar pelos seus pais e durante a cerimónia não teve qualquer contacto com o presidente gaulês.
Vários meios de comunicação franceses garantem que esta participação da artista num ato oficial dirigido por Hollande pode significar que ambos planeiam assumir publicamente a relação em breve. A revista Paris Match desta semana, por exemplo, descreve a forma como Gayet “desempenha aos poucos o seu novo papel” de primeira-dama. Curiosamente, uma das editoras desta publicação é Valérie Trierweiler, a ex-companheira do chefe de Estado.

 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras