Nas Bancas

Manuela Moura Guedes: “Só voltarei ao jornalismo se o puder fazer com liberdade”

A jornalista, apresentadora de “Quem Quer Ser Milionário” e comentadora em “Barca do Inferno”, da RTP, foi convidada por Joaquim Jorge para participar no Clube dos Pensadores.

CARAS
22 de maio de 2015, 10:20

Seis anos depois de ter sido afastada da TVI, Manuela Moura Guedes vive uma nova fase na sua carreira, mas não nega ter saudades do seu passado profissional. “Serei sempre jornalista e tenho saudades de fazer jornalismo com a liberdade com que o fazia, mas só dessa forma, estimulante e saudável, é que voltarei ao jornalismo”, afirmou, durante uma sessão do Clube dos Pensadores, em Vila Nova de Gaia. Convidada por Joaquim Jorge, naquele que foi o primeiro debate deste clube com uma figura da televisão, Manuela mostrou-se crítica em relação à sua classe e à forma como a sociedade reagiu às investigações do caso Freeport, que envolviam José Sócrates e ditaram o afastamento da coordenadora e pivot do Jornal Nacional, em 2009. “Levou algum tempo para as pessoas perceberem o trabalho sério que nós fazíamos. Não imaginam a quantidade de mensagens que recebi depois da detenção do ex-primeiro-ministro, as pessoas pensaram em mim quando aquilo aconteceu”, disse ainda, concluindo: “É difícil recuperar de tudo aquilo por que passei. Hoje vejo as coisas de forma diferente, acho que era melhor pessoa antes de tudo isto.”

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras