Nas Bancas

Gonçalo Uva: “A Diana tornou-me um homem diferente”

O advogado e atleta passeou com a filha em Belém e mostrou ser um pai atento e dedicado.

Andreia Cardinali
11 de abril de 2015, 14:00

Dias antes de celebrar pela primeira vez o Dia do Pai, Gonçalo Uva decidiu dedicar por inteiro o dia à filha, Diana, de 11 meses, fruto do seu casamento com a apresentadora Carolina Patrocínio. O advogado e jogador de râguebi começou a manhã a escolher um relógio que assinalasse a data, na loja da marca da qual é embaixador, e depois passeou com a filha pelos jardins de Belém, um dos programas que mais gostam de fazer. “Ela é uma menina muito independente e muito desenvolta, não para quieta e gostamos muito de passear juntos, em especial desde que ela começou a andar, com dez meses. Gosto de a levar ao râguebi, pois enquanto eles treinam, nós passeamos na relva. Tomamos o pequeno-almoço juntos, vamos ao jardim, temos muitos momentos engraçados e só nossos, em especial ao ar livre.”
Muito feliz e ansioso para que chegue o dia 19 de março, Gonçalo contou que ser pai tornou a sua vida mais completa: “Bem sei que é um cliché, mas ser pai é realmente a melhor coisa do mundo, é um sentimento único que só vivido se percebe. Espero poder viver mais vezes esta experiência com outros filhos. A Diana tornou-me num homem diferente. Forçosa e naturalmente, acabo por me concentrar nela. A Diana passou a ser a minha prioridade e o bem-estar dela é mais importante que tudo.”
Apesar de toda a dedicação que tem para com a filha, o atleta garante que cuida da sua relação com Carolina: Acho que não nos podemos desleixar de nós próprios e da nossa relação. Acho que hoje em dia os cursos pré e pós parto também nos alertam e ajudam para que isso não aconteça. Depois, a Carolina é uma miúda tranquila, que está sempre bem e despreocupada, tal como eu, e as coisas acabam por acontecer naturalmente. Damos toda a atenção do mundo à Diana, mas não nos esquecemos um do outro.”
Muito atento e dedicado, contou que tenta ser um pai presente: “Com o trabalho e o râguebi, há dias que me passam um pouco ao lado, já que quando saio de casa ela está a dormir, venho a casa só para lhe dar um beijinho e quando regresso do treino ela já está a dormir... Mas tento compensar com dias como este, em que me dedico só a ela e tento tirar o máximo partido dos momentos entre pai e filha. Infelizmente estou lesionado, mas isso permite-me estar mais tempo com ela.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras