Nas Bancas

Tom Cruise e Nicole Kidman (março de 2000)

Tom Cruise e Nicole Kidman (março de 2000)

Getty Images

Tom Cruise e Nicole Kidman: Cientologia esteve na origem da separação?

Os dois atores estiveram casados durante quase dez anos.

CARAS
30 de março de 2015, 18:33

Um polémico documentário, que estreou no Festival de Cinema de Sundance, em janeiro último, revela que a Cientologia poderá ter estado na origem da separação de Tom Cruise e Nicole Kidman.
No documentário, intitulado, Going Clear: Scientology And The Prison Of Belief, o líder da igreja, David Miscavige, estaria com medo de perder o controlo sobre o ator, uma vez que este era um dos membros mais influentes da religião, onde era conhecido como The Guy.
Ao que parece, os problemas começaram depois de Cruise se ter apaixonado por Nicole no set de rodagem do filme Dias de Tempestade, em 1990, pois o pai da atriz era psiquiatra (a Cientologia não acredita nesta profissão). A partir daí, terá sido vista como o “inimigo” e Potencial Causadora de Problemas (Potencial Trouble Source).
O documentário relata que Miscavige achava que Kidman, que foi educada num ambiente cristão, estava a tentar convencer Tom a abandonar a Cientologia, por isso, ordenou que o seu telefone fosse colocado sob escuta.
Durante o casamento de quase dez anos com a atriz australiana, Tom Cruise distanciou-se publicamente da seita e terá inclusivamente evitado David Miscavige, mesmo sendo o seu padrinho de casamento. Terá sido a partir deste momento que os membros da Cientologia iniciaram uma campanha ofensiva de intimidação para separar o casal.
Recorde-se que Tom Cruise e Nicole Kidman divorciaram-se em 2011. Durante a união, adotaram duas crianças, Isabella e Connor.  

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras