Nas Bancas

Cláudia Jacques

Cláudia Jacques

Victor Freitas

Cláudia Jacques: “Neste momento, não há espaço para uma pessoa na minha vida”

A relações-públicas fez questão de viajar até Lisboa para estar presente na apresentação da nova coleção da Penhalta. Cláudia está serena com a fase que está a viver. 

CARAS
30 de março de 2015, 17:33

Desde que se separou de Max Oliveira, há cerca de meio ano, Cláudia Jacques tem-se reconciliado com o estatuto de solteira. Depois de dois anos de relacionamento, a relações-públicas e empresária está serena e de bem com a vida. “Estou a curtir imenso esta minha fase. Acho que é tão bom, tão importante as pessoas saberem estar sozinhas. Tenho adorado estar comigo mesma. Tenho conseguido fazer as coisas que acho que são importantes para mim. Estarmos constantemente acompanhadas tolda-nos a visão para muita coisa. Parece que ficamos inebriados com aquela relação, com o elo que se cria com aquela pessoa e não conseguimos ver as coisas com clareza. Quando se está sozinha vê-se tudo de outra maneira e atinge-se uma plenitude e um bem-estar tão bom que ter uma pessoa é secundário. Não é, de todo, a prioridade. Digo até que, neste momento, não há espaço para uma pessoa na minha vida, só ia atrapalhar”, confessa, com um sorriso. Contudo, a empresária garante que esta é só uma fase, mas que é importante para si passar por ela. “Vivenciar esta forma tão plena, tão independente e tão inteira de estar é tão prazeroso que eu não fazia ideia”, admite.   

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras