Nas Bancas

Michael Douglas revela que o filho mais novo foi vítima de comentários anti-semitas

Dylan foi insultado por um indivíduo durante umas férias em família na Europa no ano passado. 

CARAS
16 de março de 2015, 13:38

Michael Douglas revelou numa crónica escrita no jornal Los Angeles Times que o filho mais novo, Dylan, de 14 anos, foi vítima de comentários anti-semitas. O episódio aconteceu no passado ano durante umas férias do ator com a mulher, Catherine Zeta-Jones, e os dois filhos na Europa. “Durante a nossa estadia no hotel, o nosso filho foi à piscina. Passado pouco tempo, voltou para o quarto, visivelmente chateado. Um homem que estava na piscina tinha começado a insultá-lo”, disse.
Inicialmente, o ator, de 70 anos, pensou que o filho, que estuda numa escola hebraica, podia ter-se comportado mal, mas depois percebeu que este tinha ficado mesmo consternado com a situação. “Eu discuti com ele. Mas depois apercebi-me o que tinha causado a indignação do homem: Ele tinha vestido uma camisola com a Estrela de David”, contou.
Mais tarde, Douglas deslocou-se à piscina para falar com o individuo em questão. “Falámos. Não foi uma conversa agradável. Depois disso, sentei-me com o meu filho e disse: ‘Dylan, tiveste o primeiro contacto com o anti-semitismo”, concluiu.
Recorde-se que Michael Douglas e Catherine Zeta Jones têm dois filhos em comum, Dylan e Carys. O ator é ainda pai de Cameron, fruto do anterior casamento com Diandra Luker

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras